ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JULHO, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 19º

Cidades

Para 82%, rigor da lei tem de aumentar para combater feminicídios

Hoje, assassinos são punidos com penas de vão de 12 a 30 anos de prisão

Anahi Zurutuza | 09/03/2020 07:23
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Na Semana da Mulher, Maxelline da Silva dos Santos, 28 anos, foi assassinada com tiro na cabeça. Nos primeiros dois meses deste ano, além da jovem, outras cinco mulheres foram mortas por companheiros em Campo Grande. Diante do cenário desesperador, 82% dos leitores do Campo Grande acham que é preciso haver leis mais rigorosas para combater os feminicídios.

Hoje, assassinos são punidos com penas de vão de 12 a 30 anos de prisão.

Nesta semana, o Campo Grande News quer a sua opinião sobre trânsito. Já reparou que os cruzamentos da Joaquim Murtinho com a Eduardo Elias Zahran e com a Ceará estão passando por alterações? Rotatórias serão trocadas por semáforos.

Com a obra já na fase final é possível ter uma ideia de como vai ficar. Você acha que o trânsito por ali vai melhorar?

A nova enquete já está no ar. Participe!

Nos siga no Google Notícias