ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 31º

Cidades

Traficante ostentação de MS é preso em Copacabana

Contra Kauê Vitor Santos da Silva, havia mandado de prisão por porte ilegal de armas

Viviane Oliveira | 25/04/2022 08:41
Kauê, traficante ostentação, foi preso enquanto em hotel de luxo de Copacabana. (Foto: Divulgação)
Kauê, traficante ostentação, foi preso enquanto em hotel de luxo de Copacabana. (Foto: Divulgação)

Morador de Campo Grande, o traficante Kauê Vitor Santos da Silva, de 32 anos, apontado como o responsável por esquema que roubava carros e trocava por drogas na fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai, foi preso por agentes da Desarme (Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos), neste domingo (25), em um hotel de luxo em Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro.

Contra ele, havia mandado de prisão por porte ilegal de armas. O traficante tem diversas passagens pela polícia, incluindo tentativa de homicídio, roubo, tráfico de drogas, furto e posse ilegal de arma, além de responder a um processo por organização criminosa e tráfico de drogas. Kauê já havia sido preso em 2017, ocasião em que foi apontado como um dos líderes da organização criminosa envolvida em roubos de carros que eram levados para a fronteira do Mato Grosso do Sul e trocados por drogas. Depois, o entorpecente era enviado a outros estados.

Em 2021, aproveitou um benefício para fugir do presídio e evitar o cumprimento de sua pena. A captura do criminoso, neste domingo, ocorreu após troca de informações entre a Desarme, a Diretoria de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública do Mato Grosso do Sul e a Abin (Agência Brasileira de Inteligência).

Segundo os agentes, o traficante havia chegado ao Rio de Janeiro com a família e se hospedou em um hotel. Ele foi preso quando voltava de um passeio ao Cristo Redentor. A Polícia Civil do Rio de Janeiro ainda investiga a relação dele com traficantes de drogas e armas, que são transportadas de outros estados para o território fluminense. Antes de ser preso, o traficante ostentação chegou a fazer postagens da praia de Copacabana e de um hotel de luxo.

Nos siga no Google Notícias