A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

20/05/2009 06:39

Ação desmantela quadrilha de caça-níqueis; PM era chefe

Redação

Ação conjunta do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), PF (Polícia Federal) e PM (Polícia Militar), realizada desde a madrugada desta quarta-feira, em Campo Grande e Corumbá, desmantela uma quadrilha ligada à caça-níqueis.

A operação, batizada de "Las Vegas", já prendeu o homem apontado como chefe da quadrilha: o major aposentado da PM, Sérgio Roberto de Carvalho. Ele foi preso em Corumbá e deve ser trazido para Capital. Outros policiais também serão presos.

A operação cumpre 40 mandados de busca e apreensão e 19 mandados de prisão temporária. Os mandados são cumpridos em: dois cassinos; três escritórios, um deles de contabilidade; dois depósitos e oficinas de máquinas caça-níqueis; 13 pontos comerciais incluindo um bar; 19 residências e 1 empresa de material de construção.

Um dos mandados é cumprido em um sobrado localizado na rua Cyro Bueno, Vila Planalto. O local é apontado como cassino.Outro casssino fica na rua Casemiro de Abreu, Jardim São Bento.

Outro mandado é cumprido em um escritório de advocacia localizado na rua da Paz, próximo à avenida Ceará. Também há homens da PF e Gaeco na rua Rodolfo José Pinho.

De acordo com o Gaeco, a quadrilha atuava há aproximadamente três anos com a exploração de jogos de azar, atuando também na Bolívia.

Sérgio Carvalho já havia sido preso em junho de 2007 na Operação Xeque-Mate deflagrada pela Polícia Federal. Nesta última, o policial militar também foi apontado como chefe de uma quadrilha de caça-níquel.

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions