A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 19 de Agosto de 2018

30/05/2010 21:00

Acusado de planejar morte do filho é indiciado

Redação

Acusado de ter planejado a morte do filho Fábio Cezar Barros Leão, de 40 anos, o empresário Francisco Serafim de Barros foi indiciado hoje por formação de quadrilha, segundo a Folha.com. Ele é acusado de contratar matadores para ficar com o prêmio de R$ 28 milhões na Mega-Sena, recebido por Fábio.

A polícia espera concluir o inquérito ainda esta semana para encaminhar ao Ministério Público. Caberá ao órgão decidir se as informações são suficientes para oferecer a denúncia à Justiça.

Francisco Serafim foi liberado hoje do Garras (Grupo Armado de Repressão a Roubos, Assalto e Sequestros). Outros quatro homens acusados de serem contratados para matar o vencedor da Mega-Sena também foram soltos.

O único que permanece preso é Fabiano Barros, autuado em flagrante. Ele foi apontado como outro mandante do crime.

A descoberta do plano aconteceu quando a PRF (Polícia Rodoviária Federal) parou um veículo e encontrou arma, munição e um envelope com fotos do vencedor da Mega-Sena e da namorada dele. Os suspeitos Ademar Oliveira da Silva e Maxwell Silva dos Santos disseram que eram de parentes. Mas um dos policiais rodoviários é primo da moça da fotografia.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions