A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

22/05/2013 12:03

Apesar de “bônus” de R$ 100,00, PM rejeita nova proposta do governo

Ângela Kempfer e Jéssika Benitez

Os policiais militares ficaram praticamente a manhã inteira em assembleia geral, mas ainda não fecharam acordo para acabar com o aquartelamento inciado ontem. Por duas vezes a discussão teve de ser interrompida para negociação com o governo do Estado, via Legislativo.

No início da manhã, o presidente da Assembleia, deputado Jerson Domingos, encaminhou novos índices: de 7% de reajuste para este ano, 8% para maio de 2014 e outros 20% também no próximo ano.

Para atender a outras reivindicações, o Estado se comprometeu a entregar fardamento novo até setembro e aumentar o número de promoções, tanto de praças como de oficiais.

O impasse maior agora é em torno da etapa alimentação, um vale refeição no valor de R$ 100,00, que a princípio seria paga apenas aos PMs que trabalham nas ruas.

A categoria rejeitou a proposta, houve outra conversa com o Legislativo e mesmo depois do compromisso de repassar o vale refeição inclusive aos que fazem trabalho administrativo, não houve acerto com os PMs.

Neste momento, a Associação de Cabos e Soldados recolhe sugestões juntos aos policiais que participam da assembleia para nova conversa com os deputados que estão intermediando as negociações.

A tabela com a proposta inicial, enviada pelo governo aos deputados, deve ser votada em sessão extraordinária às 14h30, caso não ocorra acerto para a retirada do projeto de pauta.



Quando o governo vira as costas para a segurança, vira as costas para a população e fortalece a bandidagem.
 
Nicoli Curci em 22/05/2013 15:08:16
nao aceitar esta proposta esta correta,pois os policiais aposentados que tanto sofreu no passado ficando ate seis meses sem salario e munca abandonou a populaçao ecarregou esta pm nas costas nao pode ficar agora em segundo plano.
 
nilton sabinojrjr em 22/05/2013 13:15:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions