ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, QUARTA  25    CAMPO GRANDE 31º

Cidades

Cadeirante cria blog para conscientizar sobre benefícios da acessibilidade

Por Jorge Almoas | 09/03/2011 16:44
Fred cuida dos textos publicados e conta com ajuda de amigos para manter o blog (Foto: Jorge Almoas)
Fred cuida dos textos publicados e conta com ajuda de amigos para manter o blog (Foto: Jorge Almoas)

Há três anos, o médico veterinário Frederico Rios, de 29 anos, sofreu um acidente de moto, o que o deixou tetraplégico por conta da lesão em uma vértebra. Ao invés de lamentar sua condição, Fred, como é chamado, resolveu criar um blog para mostrar como a acessibilidade é benéfica para os cadeirantes, e também para deficientes auditivos, visuais e para o cidadão comum, que não percebe como as pequenas mudanças são relevantes.

O blog Acessibilidade na Prática completa três meses amanhã, com a marca de 15 mil visualizações da página. Com o auxílio de duas órteses, Fred redige os textos do blog, além de cuidar dos comentários e publicação de fotos.

“Foi uma amiga que me deu a ideia do blog. Mas não quisemos fazer como os demais, que sempre mantém um tom de revolta, de denúncia. Queremos mostrar que a acessibilidade é uma cultura que envolve toda a população, e não somente quem está na cadeira de rodas ou não enxerga”, explica Fred.

No blog, Fred conta com a ajuda de amigos de diversas áreas, como fisioterapia, arquiteto, advogado e psicóloga. Eles acompanham os problemas relatados, analisando flagrantes de calçadas, prédios e áreas públicas.

O médico veterinário comenta que a acessibilidade é composta de detalhes. “Muitas vezes um arquiteto não sabe como cumprir a norma e não inclui no projeto os itens necessários. Daí, quando entrega a obra, é preciso fazer a reforma para adaptá-la para a acessibilidade, o que deixa mais caro”, diz Fred.

Ele fala que o que deveria ser requisito é vendido como diferencial. “Os prédios que são adaptados são mais valorizados.

A equipe do blog já visitou a Cidade do Natal, a prefeitura de Campo Grande, o Cinemark e prepara publicações sobre dois supermercados da Capital.

“Às vezes, os produtos ficam dispostos na horizontal, limitando as opções para quem é cadeirante ou mais baixinho. Uma mudança seria colocá-los na vertical, dando oportunidade para todos”, esclarece Fred.

O blog aceita colaboração dos leitores, que podem enviar fotografias ou sugestões.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário