A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

09/12/2011 22:57

Auxiliar que matou mulher com 18 facadas é condenado a 25 anos de reclusão

Paulo Fernandes

O auxiliar de serviços gerais Julio Cesar foi condenado pelo Tribunal de Júri nesta semana a 25 anos de reclusão por um homicídio triplamente qualificado: motivo torpe, meio cruel e mediante surpresa - recurso que dificultou ou impossibilitou a defesa. O crime aconteceu no dia 21 de agosto de 2010, em Camapuã (133 km de Campo Grande).

A vítima, Oscalina Pereira da Silva, foi morta com 18 facadas após ter denunciado Julio Cesar por violência doméstica. O assassinato aconteceu na frente de dois adolescentes, filhos de Oscalina.

Para a Justiça, o crime teve requintes de crueldade. Julio Cesar cumprirá a pena em regime inicialmente fechado. Ele está no estabelecimento penal de Paranaíba.



CORRETO TEM QUE PAGAR PELO CRIME QUE COMETEU,MAS PORQUE NESSE CASO A JUSTIÇA FOI FEITA E NO CASO DA CRIANÇA ROGERINHO NÃO?POIS AQUELE ASSASINO DAQUI UNS TEMPOS ESTARA POR AI SOLTO.A JUSTIÇA NO BRASIL É SÓ PARA QUEM TEM DINHEIRO MESMO...
 
RAFAEL CARLOS em 10/12/2011 09:43:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions