A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

24/11/2016 19:03

"Sorridente e gostava de funk", dizem amigos sobre jovem morto em acidente

Christiane Reis e Adriano Fernandes
Júlio Ângelo tinha 21 anos e deixou uma filha de seis meses (Foto: Reprodução Facebook)Júlio Ângelo tinha 21 anos e deixou uma filha de seis meses (Foto: Reprodução Facebook)

Um jovem sorridente e que gostava de dançar funk foram a tônica do velório de Júlio César Ângelo, 21 anos, que morreu após colidir a motocicleta, que pilotava, em um ônibus, durante a madrugada desta quinta-feira (24). Júlio Ângelo era muito querido por todos do Bairro Nashville, onde morava, e deixou uma filha de seis meses, fruto de relacionamento anterior. O sepultamento será às 10 horas desta sexta-feira (25) no Cemitério Park Monte das Oliveiras.

Amigos, que preferiram não se identificar, contaram que Júlio Ângelo e o amigo, que seguia com ele na garupa, teriam saído juntos e consumido bebida alcoólica. “Ontem por volta das 19 horas estivemos juntos e às 23h30 ele já havia ido dormir, mas um outro vizinho foi até lá e insistiu para que saíssem juntos”, contou uma amiga.

Os amigos relataram que os dois foram até uma casa de show e depois para uma conveniência próximos ao bairro. “Depois não tivemos mais informações”, disse uma amiga. Ela contou que o rapaz que seguia na garupa não ajudou a socorrer Júlio Ângelo, o que provocou o sentimento de revolta entre os amigos.

Pela manhã desta quinta-feira (24), o Campo Grande News apurou que o carona contou ao Corpo de Bombeiros que ambos estavam em uma conveniência e Júlio Ângelo teria visto que não daria tempo de cruzar a rua e ainda assim teria acelerado a moto.

Outra amiga, que conheceu Júlio Ângelo há um mês, também tem boas recordações. “ Foi pouco tempo, mas já foi o suficiente para ver que era boa pessoa e passar a gostar dele. Todas às vezes que eu o via ele estava feliz”.

Já o promotor de vendas, Klevis Souza, 21 anos, prestou serviço militar obrigatório junto com Júlio Ângelo. Eles conviveram por um ano no quartel e depois deram continuidade à amizade. “Ele era muito alegre, gostava de dançar, principalmente funk", disse. Sobre o período que se conheceram ele resumiu: "Foi uma época que só tínhamos um pelo outro”, disse.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions