ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  09    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Boca de fumo que tinha até câmeras de segurança é fechada

Três homens foram presos e um adolescente de 14 anos apreendido por tráfico de drogas

Por Ana Oshiro | 13/04/2021 08:47
Câmeras, drogas, dinheiro e joias foram apreendidos em boca de fumo (Foto: Dilvulgação/PCMS)
Câmeras, drogas, dinheiro e joias foram apreendidos em boca de fumo (Foto: Dilvulgação/PCMS)

Após denúncias anônimas, policias da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) fecharam um ponto de venda de drogas no bairro Vila Santo Eugênio, nesta segunda-feira (12), em Campo Grande. A boca de fumo tinha até câmeras de segurança para monitorar a movimentação na rua.

Três homens, de 28, 21 e 18 anos, foram presos por tráfico, e um adolescente, de 14 anos, foi apreendido, pela terceira vez, pelo mesmo crime. Também foram apreendidas sete porções de cocaína e 24 porções de maconha, além de uma porção de cocaína com um usuário que havia acabado de comprar droga com os traficantes.

Antes da prisão os policiais ficaram de campana, observando o local, ao constarem que era realmente uma boca de fumo, entraram na casa, momentos que os traficantes tentaram fugir pelos fundos da residências e pelo telhado. Além da droga apreendida, foram encontrados R$ 1.797,00, dinheiro fruto do tráfico e balança de precisão, que era usada na venda dos entorpecentes.

O local contava com um circuito interno de segurança, com quatro câmeras que eram monitoradas por um olheiro na residência ao lado. A casa do olheiro já foi alvo de buscas anteriores, onde, na época, foram apreendidos entorpecentes e arma de fogo.

Os três homens foram autuados em flagrante delito por tráfico de drogas, associação para o tráfico e corrupção de menores. Durante o interrogatório, todos os envolvidos usaram o direito constitucional de permanecerem em silêncio e se manifestarem apenas perante à Justiça. Eles passam por audiência de custódia nesta terça-feira (13).

O adolescente foi encaminhado ao plantão da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol para as providências cabíveis. As prisões aconteceram durante trabalho de investigação da Operação Ômega, realizada em caráter permanente pela Denar. Denúncias anônimas podem ser feitas através do telefone e whatsapp (67) 99995-6105.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário