ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, TERÇA  13    CAMPO GRANDE 21º

Capital

Borrifação de inseticida contra Aedes Aegypti acontece em 7 bairros hoje

Confira lista de bairros e pontos de início da aplicação do produto em cada região

Por Liniker Ribeiro | 05/03/2021 16:24
Carro preparado para realizar borrificar inseticida por bairros de Campo Grande (Foto: Divulgação/PMCG)
Carro preparado para realizar borrificar inseticida por bairros de Campo Grande (Foto: Divulgação/PMCG)

Sete bairros de Campo Grande recebem serviço de UBV (Borrifação Ultra Baixo Volume), mais conhecido como fumacê, forte aliado no combate ao mosquito Aedes Aegypti, transmissor de doenças como dengue, zika e chikungunya, entre o fim da tarde e noite desta sexta-feira (5).

Na região norte e nordeste, a equipe responsável pelo serviço percorrerá ruas dos Bairros Nova Lima, Estrela Dalva e Novos Estados.

No Nova Lima, a borrifação terá início, às 16h, pela Rua Cândido Garcia de Lima, com a Rua dos Poetas. No Estrela Dalva, o combate começa pelo cruzamento da Avenida Senhor do Bonfim com a Rua Palmeiras.

Já na região do Novos Estados, o serviço tem início na Rua Catedral, com a Rua Barão de Grajaú.

Os outros bairros que vão receber o serviço são: Moreninhas, Panamá, Santo Antônio e Jardim Veraneio.

Saiba em qual ponto de cada região começará a borrifação:

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Após o início da borrifação, veículo da Coordenadoria de Controle e de Endemias Vetoriais, da Secretaria Municipal de Saúde, seguirão por ruas já pré-estabelecidas.

A Sesau alerta para que moradores destas regiões abram portas e janelas, assim o veneno consegue atingir os locais onde há maior probabilidade de estarem os mosquitos, garantindo maior eficácia do inseticida.

A previsão é de que o serviço siga até às 22h. Em caso de chuva ou fortes ventos, na região em que as equipes estarão, não será possível executar o serviço.

O inseticida atinge os mosquitos adultos, preferencialmente as fêmeas, que são as transmissoras das doenças. Ainda assim é possível que outras espécies sejam atingidas e, por isso, é necessária uma aplicação criteriosa do veneno.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário