A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/10/2012 09:56

Cabos eleitorais são presos distribuindo balas em local de votação

Ângela Kempfer e Helton Verão
Flagrante ocorreu na maior zona eleitoral de Campo GrandeFlagrante ocorreu na maior zona eleitoral de Campo Grande

Duas pessoas foram presas há pouco na Escola Estadual José Maria Hugo Rodrigues, no bairro Mata do Jacinto, a maior zona eleitoral de Campo Grande.

Mãe e filho distribuíam balas, embaladas em papéis com o número da candidata Marlei Vandes, do PSOL.

Eles foram denunciados pelo promotor de Justiça Alexandre Magno Lacerda , que passava pelo local quando viu os dois abordando os eleitores e suspeitou de compra de votos.

A Polícia Militar foi acionada e prendeu Alexandre Pereira, de 34 anos, e a mãe dele, Marli Pereira.

A mulher carregava uma bolsa cheia de balas, a cerca de 100 metros do acesso principal à escola.

Ambos foram encaminhados ao Ginásio Dom Bosco, para onde são levadas todas as pessoas flagradas em boca de urna ou compra de votos.  

Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


Vergonhoso, que em 2012, ainda ha candidatos que se utilizam desse tipo de "sugestão"; mas o que me admira é aquele que recebe, se vende por nada! No meu entender, o candidato ou candidatos cujos nomes estivessem envolvidos na compra de votos deviam perder igual numero de votos. Além de outras penalidades de acordo com a Lei, que ainda é branda.
 
Douglas de Deus em 07/10/2012 11:15:08
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions