A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 20 de Janeiro de 2018

23/05/2014 08:22

Calor forte tornou Corumbá principal foco de quadrilha de gato de energia

Graziela Rezende
Equipamento digital utilizado para fraudar energia. Foto: Cleber GellioEquipamento digital utilizado para fraudar energia. Foto: Cleber Gellio

Com a temperatura média anual de 32°C, Corumbá é um dos municípios onde o ar-condicionado se torna uma necessidade e não um “acessório de luxo”. E por conta disso, segundo a Polícia, também aumenta a criminalidade e torna este município com o mais alto índice de furto de energia do Estado. Ontem (22), após deflagrar a operação “Alta Voltagem”, a Polícia cumpriu 12 dos 23 mandados de busca e apreensão no município.

“Nós sempre falamos que as temperaturas em Corumbá fazem com que o ar-condicionado seja uma necessidade. E isso atrai os criminosos neste sentido, que cometem fraudes na energia elétrica. No entanto, a Polícia está sempre atenta para este tipo de crime, inclusive realizando constantes prisões”, afirma a delegada Paula Ribeiro dos Santos.

Nesta sexta-feira (23), a delegada diz que continua com as buscas para cumprir mais 11 mandados no município. Os alvos estão sendo investigados há seis meses, tanto pela Polícia quanto pela Enersul (Empresa Concessionária de Energia Elétrica de Mato Grosso do Sul). Ao todo, a operação finalizou com 28 prisões.

Em Campo Grande, Joelci Ajala Medina, 44 anos, foi preso em flagrante. Ele confessou a fraude, conforme a delegada. E com novidades no ramo, já que eles ofereciam a fraude em medidores digitais, o autor disse que lucrava R$ 12 mil mensais com o crime.

Fraude – Com a utilização de equipamentos de alta tecnologia, a quadrilha garantia aos clientes a queda no consumo entre 60% e 80%. Um dos investigados inclusive estava verificando como fraudar o consumo de água também, para oferecer aos clientes, comentou a delegada. Os valores do “gato de alto padrão variavam de R$ 500 a R$ 2.800.

Equipamentos apreendidos durante a operação. Foto: Cleber GellioEquipamentos apreendidos durante a operação. Foto: Cleber Gellio
Suspeito admitiu fraudes. Foto: Cleber Gellio Suspeito admitiu fraudes. Foto: Cleber Gellio


Interessante que só quem pode dar o golpe e enganar as pessoas com contas de energia caras e ineficientes é a própria enersul, golpista oficial que não aceita concorrência.
Se existissem tarifas mais justas este tipo de furto não existiria.
Cade a Dilma com as reduções de tarifas de energia ??
 
Jose Humberto em 23/05/2014 14:27:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions