A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

12/05/2016 11:10

Campo Grande integra estudo que relaciona homicídios à baixa educação

Fernanda Mathias
Falta de estudo leva jovens cada vez mais cedo à criminalidade (Foto: Marcos Ermínio)Falta de estudo leva jovens cada vez mais cedo à criminalidade (Foto: Marcos Ermínio)

Estudo do Pacto Nacional pela Redução de Homicídios, divulgado nesta quarta-feira (11), faz um mapeamento das condições educacionais nas escolas e nos bairros onde ocorreram homicídios em 2014. Ao todo, foram 81 municípios participantes, dentre eles Campo Grande, com 75 bairros investigados em que ocorreram 142 ocorrências de homicídios.

O recorte da pesquisa, por Estado, ainda será disponibilizado,a princípio as análises se concentraram nos resultados encontrados no Rio de Janeiro, com 1.271 ocorrências em 175 bairros.

A conclusão é de que faltam estímulos e de acesso “a uma escola que não apenas motive, mas lide com diferenças individuais e sociais, não apenas restringe o aumento do capital humano das crianças e jovens nas áreas mais carentes da cidade, mas termina por apartá-los do ambiente escolar”.

Para os pesquisadores, a falta de perspectivas de um futuro profissional e acesso a meios materiais, “não apenas contribui para esgarçar os elos de concordância desses indivíduos em relação aos valores sociais vigentes, mas os colocam como presa fácil do crime organizado e desorganizado”.

O delegado de Campo Grande Wellington Oliveira, que é especialista em Análise Criminal, considera o envolvimento de pessoas cada vez mais jovens em ações criminosas como resultado de “um ciclo perverso”.

“As pessoas saem muito cedo da escola, depois não conseguem se colocar no mercado de trabalho, é preciso investir pesado na educação, muitos sequer têm Ensino Fundamental”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions