ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  03    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Com frio antecipado, campanha se adianta para entrega de 80 mil cobertores em MS

Cobertores e roupas adquiridos pelo governo e por meio de doações serão destinados a famílias carentes

Por Silvia Frias e Cleber Gellio | 24/05/2022 11:53
Governador Reinaldo Azambuja durante entrega de cobertores. (Foto: Marcos Maluf)
Governador Reinaldo Azambuja durante entrega de cobertores. (Foto: Marcos Maluf)

Com a chegada antecipada do frio, o governo do Estado iniciou hoje a distribuição dos cobertores arrecadados em campanha realizada desde 2017. Serão 80 mil cobertores a serem entregues aos 79 municípios de Mato Grosso do Sul.

A entrega foi feita na unidade Iria Leite Vieira, da Rede Solidária, no Jardim Noroeste, em Campo Grande.

Os cobertores são de casal e foram adquiridos com recursos oriundos do FIS (Fundo de Investimento Social), por meio da Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho). O investimento foi de R$ 3,235 milhões.

Primeira-dama Fátima Azambuja (marrom) é madrinha da campanha de arrecadação. (Foto: Marcos Maluf)
Primeira-dama Fátima Azambuja (marrom) é madrinha da campanha de arrecadação. (Foto: Marcos Maluf)

Além da compra, o governo também fez campanha de arrecadação  e distribui mantas, agasalhos, luvas, cachecóis, camisas, meias, sapatos e outros itens de inverno novos ou em bom estado de conservação por meio da Campanha do Agasalho dos Servidores Públicos “Aqueça Uma Vida”.

A primeira-dama do Estado, Fátima Azambuja é madrinha do projeto e participou da entrega dos itens. “O frio chegou mais cedo, esses cobertores vão fazer diferença muito grande para que cada família seja aquecida”, disse. “Mais importante que o número de peças, é o número de pessoas que serão atendidas”, avaliou.

Também presente na entrega dos cobertores, o governador Reinaldo Azambuja destacou as ações sociais desenvolvidas na administração, citando os três pilares: Energia Social, Mais Social e o CNH Social.

Somente o Energia Social atende 162 mil famílias no Estado, com isenção da tarifa, “que não precisarão fazer opção entre pagar a conta e comer”. Segundo Reinaldo, este programa e o Mais Social representam valor de R$ 50 milhões. “Nós temos a segunda menor taxa de pobreza do País e isso é construção conjunta.”

Cobertores que serão destinados aos 79 municípios do Estado. (Foto: Marcos Maluf)
Cobertores que serão destinados aos 79 municípios do Estado. (Foto: Marcos Maluf)

O governador comentou que esta campanha quebrou recorde, com grande participação dos servidores. “Só dos servidores, são 60 mil cobertores; a gente vê que, às vezes, quem menos tem é quem mais doa”, contou.

A prefeita de Sidrolândia, Evandra Camila, representou as administrações no recebimento dos cobertores. “Esta ação vai aquecer o frio de milhares de pessoas espalhadas pelo Estado.”

Entrega - Neste primeiro dia, serão destinados 27.390 cobertores a 36 municípios: Anastácio (1.080 unidades), Angélica (519), Aquidauana (1165), Aral Moreira (729), Bandeirantes (347), Bela Vista (1167), Bodoquena (544), Bonito (391), Caracol (444), Corguinho (357), Corumbá (3.007), Coxim (1.511), Deodápolis (413), Dois Irmãos do Buriti (806), Eldorado (553), Guia Lopes da Laguna (791), Ivinhema (477), Jaraguari (280) e Jardim (563).

Também recebem hoje: Jateí (333), Juti (717), Ladário (684), Laguna Carapã (514), Miranda (2.131), Mundo Novo (635), Nioaque (821), Nova Alvorada do Sul (652), Porto Murtinho (350), Ribas do Rio Pardo (652), Rio Negro (301), Rio Verde (1.004), Rochedo (417), São Gabriel do Oeste (522), Selvíria (311), Sidrolândia (1.887) e Terenos (315).

A distribuição por municípios foi deliberada pelo CEAS (Conselho Estadual de Assistência Social) e pactuada na CIB (Comissão Intergestores Bipartite da Assistência Social). Ela considera o número de pessoas mais vulneráveis em situação de extrema pobreza, de acordo com CadÚnico (Cadastro Único); o tamanho do Município; e a presença de população indígena no território conforme dados do IBGE 2010 e do Distrito Sanitário Especial Indígena de Mato Grosso do Sul.

Nos siga no Google Notícias