A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018

15/01/2014 08:35

Comandante da PM avisa que quem fizer "rolezinho" vai quebrar a cara

Graziela Rezende

Mesmo em férias e a quilômetros de distância da Capital, o comandante da Polícia Militar, coronel Carlos Alberto David dos Santos, está “antenado” nas redes sociais e por dentro do polêmico movimento “rolezinho”, que inclusive já causou pânico nos centros comerciais de São Paulo. “Eles vão quebrar a cara se quiserem fazer algo aqui (no nosso Estado)”, avisa o comandante.

Marcado para o dia 26 de janeiro, o movimento pretende reunir milhares de pessoas no Shopping Campo Grande e falar sobre “o racismo e a criminalização da pobreza”. “Ontem mesmo entrei em contato com outros comandantes para organizarmos o nosso planejamento. Os protestantes vão se decepcionar se pretenderem fazer alguma coisa”, afirma o comandante.

Da mesma maneira, o responsável pela tropa de choque da PM, o major Marcos Paulo Gimenez fala sobre as ações. “Ficaremos de prontidão no quartel para empregar o efetivo a qualquer momento. E agiremos com base no planejamento, estamos muito preparados”, diz o major.

Até o momento, dos 2,4 mil convidados para participar do movimento, pouco mais de 200 confirmaram presença. Na Capital paulista, o problema ocorreu quando jovens da periferia aproveitaram o evento para realizar um verdadeiro arrastão nos locais por onde passavam. Vários estabelecimentos recorreram à Justiça e obtiveram liminares para impedir a entrada de adolescentes desacompanhados.

Houve até caso de confronto, com disparos de gás de efeito moral e balas de borracha, entre a Polícia Militar e os participantes dos rolezinhos. A organização do evento é da Maria Combativa.

Sem mais detalhes, a assessoria do shopping, diz que o centro comercial "está adotando todas as medidas para garantir a segurança dos clientes, lojistas e colaboradores".



Alguém aqui já foi impedido de entrar em um shopping center? Rolezinho é desculpa para a libertinagem, sexo, corrupção de menores, uso de drogas, furto, assalto e quem sabe até assassinato. E viva o Brasil e seu governo merecidamente.
 
Robson Lima em 15/01/2014 22:07:05
Se hj eu tenho dinheiro pra comprar as minhas coisas é PORQUE EU TRABALHO! Nunca participei de arruaças como essa que estão propondo! Inclusive, BANDO DE CEGOS, vejam na internet e nos noticiários o que esse "rolezinhos" estão causando no país! Povinho demagogo! As mesmas pessoas "socialistas", "igualitarias" que estão defendendo esse "movimento" são as mesmas pessoas que tem internet ADSL em casa com SENHA! Ja que vcs querem igualdade social, liberem seus modens pra que todos possam usufruir igualmente! Isso é inclusão digital! Bando de hipócritas! Procurem saber o que é ser "um socialista" pra depois FINGIREM agir como tal! E esse lance da internet é UM exemplo! Não gostou? Adoça! A verdade doi!
 
Ricardo Boretti em 15/01/2014 20:06:34
Isso mesmo Antônio e Caio! É por conta de pessoas como vocês que o país está a baderna que está! Onde já se viu apoiar um bando de fedelhos fazerem baderna em locais públicos? Isso mesmo! BADERNA! Vocês não devem estar acompanhando esse "movimento contra o preconceito" que está acontecendo em todo o país! Protestar é legítimo sim, mas desde que seja feita da forma certa! O que crianças (isso mesmo! Crianças) querem reivindicar? Eles querem é BADERNA sim, para no outro dia estarem "bombando" no Facebook! Procurem conhecer o "movimento" e os "participantes" e depois voltem a defender (ou não) essa causa! Se dêem ao menos o trabalho de acessar a página do Facebook do "rolezinho" e reparem no linguajar "malaco" de presídio! É isso que é uma manifestação pacífica pra vcs? #pensem
 
Ricardo Boretti em 15/01/2014 16:22:06
Se a pessoa é pobre, tem que se colocar no seu lugar, se é rico tambem, se ker ir em Shopping de 'rico' e poder gastar, tem q estudar, trabalhar e ganhar dinheiro pra isso, se nasceu pobre, ninguem tem culpa. A pior pobreza que existe ainda, é a pobreza de espírito!! Nada a ver esse tipo de manifestação! Dai que os 'ricos' vao ter mesmo motivo pra chamar voces de 'pobres', nao por falta de dinheiro, mas por falta de cultura, falta de ocupação, falta de vontade de trabalhar.
 
Alessandro Honorio em 15/01/2014 16:04:01
concordo com issso esta sertooo!!!!
 
gaby lima em 15/01/2014 15:32:02
Rolezinho no shopping é o caramba povo. Vai trabalhar bando de desocupados. Essa criminalização da pobreza e mania de preconceito ta na cabeça de quem não tem o que fazer da vida.
 
Douglas Nantes Gualberto em 15/01/2014 15:21:52
fazer rolezinho!!!hum quero ver fazer na mira de um fuzil,quero ver fazer rolezinho para ajudar na campanha contra a droga contra a bandidagem quero ver fazer rolezinho para acabar com os marginais e bandidos.vai fazer rolezinho é na cadeia aqui em Campo Grande não e não.falei e tá falado.e parabéns coronel Davi.
 
ednilson teodoro de oliveira em 15/01/2014 15:10:58
A situação é simples o Shopping não é um local publico, como uma praça e etc... de livre acesso ao cidadão, é um local privado, particular tem dono, para o cidadão de bem fazer suas compras ou confraternizar com familiares e amigos, cada lojista paga para ter o seu comércio. Para alguns que não sabem existem lojas aqui na capital morena que só entra com hora marcada e cadastro prévio na Rua Euclides da Cunha, então se estas "crianças" estão querendo fazer a m.. deste rolezinho a Policia como um instituição que esta para servir e proteger o cidadão de bem, não importa sua raça, credo, ou qualquer outra coisa a mais que queiram alegar. Comando dado comando executado. Se for para reeducar estas crianças mal educadas infelizmente a PM fara este favor para a família. Pois a culpa é dos PAIS!!
 
JOAO HERRERA em 15/01/2014 14:53:51
è isso mesmo, colocar ordem nestes bando de arruaçeiros, porque se deixar esles vão para as praças e onibus coletivos e mais outros locais pertubando a ordem, tenho a certeza que a população não que este tipo de comportamento em nossa capital, devido a estes comportamento é que surge a desordem e acaba por até de cometer os crimes mais abusivos, tem que punir mesmo.
 
mirian rezende em 15/01/2014 14:47:27
Podemos perceber nitidamente nos comentários o grau de RACISMO, ELITISMO e PRECONCEITO de nossa sociedade. É triste ver que as pessoas querem reprimir manifestações legítimas com violência. As pessoas pobres e mal vestidas são, SIM, barradas na porta dos shoppings e agredidas por policiais nas ruas. Eu mesma já presenciei tais atitudes. Só não vê quem não quer.
 
Anita Ramos em 15/01/2014 14:40:26
O Sr. Joatan Loureiro demostra ser um hipócrita, chego a imaginar que ele é um pilantra. Sr. Joatan conduza nossos jovens para uma biblioteca ou para realizações de ações sociais. Convide seus colegas da OAB para ações efetivas em busca da qualidade no ensino público entre outras ações. Parabéns ao Sr. Cel Davi, a ordem pública é dever do Estado e o Sr. esta cumprindo sua missão com muita grandeza.
 
Reinaldo Ferreira dos Santos em 15/01/2014 14:38:15
Poderiam fazer isso nos corredores dos quartéis, aí sim iam mostra que são os caras manooooooo.
 
Suzi da Costa em 15/01/2014 14:30:36
Excesso de "bolsas" e falta de atividade, cidadania, educação, cultura, e perspectivas leva ao comodismo e ao ócio, gerando eventos com contornos de revolta contra a classe dominante.
 
juraci montanha em 15/01/2014 14:29:31
É galera, o mundo está girando ai fora. Em 2013, o Brasil vivenciou a Marcha dos Excluídos, dos 20 centavos. Nunca foi, de fato, por 20 centavos. Mas, contra a corrupção que assola o Brasil e em busca de respeitos às garantias constitucionais (saúde, educação, moradia, etc.,). Hoje, desponta o Rolezinho como um novo fenômeno político e social. Jovens da periferia reivindicam participação em novos espaços de sociabilidade. Por que não o Shopping Center? O Rolezinho abre o debate sobre o direito de ir e vir em espaços públicos e, sobretudo, dá visibilidade aos excluídos da cidade. A repressão e a triagens dos usuários demonstram que o discurso da igualdade de direitos é falso.Os direitos são iguais, desde que os estereótipos da marginalidade (p. p. e p.) saibam saibam seu lugar.
 
Eli Torres em 15/01/2014 14:29:25
Protesto dentro de Shopping Center. Coisas que só vemos no Bananão. País falido, atrasado e a população comportando-se como primatas.
 
Ivan Ilitch em 15/01/2014 14:24:06
Deveríamos começar a identificar os autores que fazem os convites para esse tipo de evento, pois que convida para uma festa ele é o responsável por tal evento pois, tudo que acontece nela o promoter é responsável então devemos começar a identificar antes os autores pois se acontecer baderna eles devem ser responsabilizados.
 
ricardo campos em 15/01/2014 14:08:31
Dr Roberto, quem for só passear, mesmo em grupo não deve temer reprimenda. Arruaceiros, baderneiros e afins que coloquem medo com correrias ou cometam ilícitos devem ser repimidos sim. E acho que é sobre isso que a polícia se referiu. Prevenir é dever, e vai ser feito. Reprimir é dever e vai ser feito. Quem quiser pagar pra ver se a polícia vai ter condições de não deixar a ordem ser desfeita, que tente subverter a lei. Amedrontar a sociedade com comportamentos ditos reinvindicatórios é o mesmo que se faz em locais onde impera o medo pela criminalidade. E nos horários marcados pras "correrias e manifestações" continuo com a retórica de não ir ao shooppingl. Acho que mta gente tbém não vai. O sr tbém.
 
Adriano Magalhães em 15/01/2014 14:02:05
"Boa parte da população não está no mesmo nível de consumo" por um simples fato Sr. Roberto! Por estarmos em uma sociedade capitalista, onde algumas pessoas possuem maior poder aquisitivo que outras! Quantas vezes me deparei olhando uma vitrine e não pude comprar? Várias! Nem por isso sai por ai fazendo baderna e quebrando as coisas! Acontece que esse evento tem a participação de um bando de FEDELHOS DESOCUPADOS que nem sabem o que querem da vida! Ao invés de perderem tempo fazendo "protestos infantis" que procurem estudar e trabalhar para, ai sim, terem dinheiro pra comprar o que querem! Faça-me o favor!
 
Ricardo Boretti em 15/01/2014 14:01:57
vai fazer rolezinho na casa china p ver o que leva la tem doze na porta aqui no brasil e casa da mae joana
 
samuel alves em 15/01/2014 13:55:28
ROLÉZINHO É BAGUNÇA, MOVIMENTO DE PROVOCAÇÃO EM GRUPO. SHOPPING É LUGAR DE PASSEAR COM OU SEM A FAMILIA, MAS COM SEGURANÇA NECESSÁRIA PORQUE É UM COMÉRCIO, ONDE TODOS QUE SOBREVIVEM DELE ESTÃO LÁ PARA SUSTENTAR SUAS FAMILIAS. QUE A NOSSA PM SE MOSTRE ATIVA PARA NOS PROTEGER DE GENTE QUE NÃO TEM O QUE FAZER OU NÃO QUER ESTUDAR E NEM TRABALHAR.
 
Joao G.Filho em 15/01/2014 13:48:11
e isso mesmo comamdante baixa pau neste dezocupados.
 
samuel alves em 15/01/2014 13:46:59
Coronel David, é isso aí. Isso daí não é manisfestante que representa raça não, é baderneiro achando que manda no pedaço. Mas, para a polícia não se incriminar, precisa agir com inteligência, que é uma situação complexa. Se fosse eu, como fixaram até data (dia 26) eu colocaria tríades de policiais indo para lá e para a cá, distanciados de 25 metros, só para irem pegando no flagrante. E, claro, prepare muito rádio amador, que vai precisar. E não pode faltar uma bela travada na delegacia, com direito à uma bela documentação.
 
Fernando Giardino em 15/01/2014 13:44:09
Eu sou totalmente contra atitudes arbitrárias, principalmente aquelas praticadas por poucos policiais que mancham a honra da corporação. Agora, coibir ações premeditadas de vândalos que querem simples tumultuar a vida de quem esta trabalhar ou daqueles que estão fazendo ou até mesmo fazendo um lazer, sou totalmente a favor da ação policial e se necessárias usar força e outros meios para conter tais baderneiros. Querem fazer protestos, por que não vão vai rolezinho na Assembleia Legislativa, no Tribunal de Contas, lá tem gente que merece este tipo de arrocho. Parabéns ao comandante da PM que até foi bonzinho com esses tranqueiras e deu um alerta à eles.
 
Luis Acordado em 15/01/2014 13:28:34
Mandela VIVE! O caráter de uma pessoa não se mede pelo tamanho do holerite! Qual será o advogado que vai descer um Mandado de Segurança invocando o art. 5º da CF e escrever seu nome na história da cidade?
 
Péricles Calcanhar-de-Aquiles em 15/01/2014 13:18:59
Quem sabe os governantes lacem o "Bolsa Shopping", para resolver os problemas do "pobre discriminado". Eu sou da opinião de que ninguém é barrado em lugar algum. O que barra é como o sujeito está se comportando nos lugares por onde passa. Eu não tenho dinheiro sobrando, trabalho para viver e no entanto nunca fui barrada em lugar nenhum. O que os pobres coitados discriminados tem que parar pra pensar é que uma pessoa com educação e cultura tem valor independente da quantia de dinheiro que possa ter no bolso. E não adianta ter a desculpa que não estuda por falta de dinheiro, as escolas públicas estão aí para resolver o problema, é só meter a cara nos livros, quem faz a escola é o aluno.
 
Rosangela Garcia em 15/01/2014 13:12:17
Prezado Presidente da CDH. Concordo com V. Sª quando diz "é preciso construir espaços de participação". Agora me desculpem quem apoia esses movimentos, já está mais que claro, que a intenção é promover baderna, quebra-quebra, intimidação e outras coisas desse gênero, os exemplos provam isso. Essa questão de alegar que pobre é discriminado precisa ser muito bem analisada. Sou de origem de família pobre, porém, graças a DEUS sempre tive disposição para trabalhar e nunca me senti discriminado pelo fato de ser pobre. Sempre atuei como líder comunitário e representante de classe profissional, onde participei de diversos movimentos reivindicatórios, mas esse tal "rolezinho no shopping", me desculpem. Sou obrigado a concordar com as palavras de Gisele Marques, Ana Carolina e alguns outros
 
Lenirdo Pedroso de Almeida em 15/01/2014 12:44:17
Isso pra mim, é um bando de desocupados que ficam atrapalhando a vida de quem tem o que fazer!Vão caçar um trabalho e estudar, seus baderneiros!Se convidarem esses do rolezinho p/ algum trabalho sério, garanto que não aparece nem a metade!
 
João alves em 15/01/2014 12:42:06
Então tá! acho que entendi; si o problema está na desigualdade social, principalmente no fato da diferença social estar concretizada no TER DINHEIRO, de qualquer forma o foco está errado; não é o shopping, não é a burguesia que tem que pagar o pato; o que falta é educação, esclarecimento politico; fica sugestão: esse ano terá eleições; porque não um "rolezinho" mensal, nos shoppings para trocar idéias politicas, esclarecimentos já que este ano, "rolerzeiros", policia e povo em geral tem uma grande arma na mão prá fazer a diferença: O VOTO; quem está contente com o salário que ganha está bom, levanta a mão? o salário no Brasil, seja o mínimo, seja o público ou da área privada tá uma merda; tem que se começar a "detonar" é com essa barbárie; todos juntos, unidos pra melhoria de todos.
 
Anderson Roque em 15/01/2014 12:41:04
Ainda bem que o comandante da PM tem bom senso.
 
Cyro Chan em 15/01/2014 12:38:58
Esta certinho o Sr. Comandante, e para aqueles que deram uma olhada na constituição e não a interpretaram, vale informar que o direito de ir e vir é para locais publicos, sendo certo de que o shopping apesar de ser de acesso ao publico, é um local privado, onde o direito de manifestação deve ser feito apenas nas redondezas, o seja, nas vias "publicas", desde que comunicado com antecedencia aos orgãos competentes para que um planejamento possa ser feito afim de impedir badernas durante as manifestações pacificas.
 
KLEBER PIGOSSO em 15/01/2014 12:25:16
Pessoas, entendam algumas coisas:
1 - Façam ações conscientes e que realmente chame atenção do alvo;
2 - O povo brasileiro é burro, por isso nunca vai para frente e continuarão pobres tendo um país rico nas mãos;
3 - É um país alto suficiente para manter-se tranquilo. Aqui se produz TUDO!;
4 - Estudem e vamos reformular a política brasileira. Façamos leis igual a dos chineses, "roubou, morreu", simples;
5 - Nossos políticos nos consideram burros, por isso pintam e bordam em cima da população;
6 - E a ultima, comece em você a mudança do BRASIL. Pense, crie, junte com pessoas com as mesmas idéias, se for preciso apanhar pelos seus ideais, APANHE, mas faça e não pare na primeira ameaça de guerra!

SOMOS A MUDANÇA!
Se não concorda, problema é seu e você é um dos b.. que fala muito e só fede
 
Caio Victor Martins em 15/01/2014 12:22:52
Boa parcela da nossa sociedade é bem xucra mesmo! Tudo no nosso estado é "descer borracha"... Cadê o princípio da Legalidade? Aqui se "rasga" o Ordenamento Jurídico muito fácil! Há de se ter a presença estatal sim, de modo preventivo e até de coerção, mas dentro dos limites LEGAIS! Deve se ter também a manifestação, previsto inclusive na Constituição, bem como o "Ir e vir"... Agora, o pior e essa grande maioria dos leitores /comentarista, achar que quem trabalha não manifesta! Ou que pensar diferente do modelo capitalista é crime! Bem pequeno burgues... Bem interiorano de cabeça mesmo!
 
antonio sá em 15/01/2014 12:19:19
Olha o shopping dia de domingo ta duro de aguentar, ao menos para os motoristas do transporte publico. A grande maioria da mulecada tão tocando o terror, entra pela porta de tras dos onibus para não pagar passagem, vem dentro do onibus gritando e fazendo arruaça, agora os boas praças estão destravando o sistema de segurança das portas, qualquer hs pode acontecer o pior. Domingo por ex: tinha uma menina com aproximadamente 16 anos com uma criança de aproximadamente de 2 ou 3 anos e ela com mais alguns vandalos desceram no terminal da moreninha ficaram fazendo maior bagunça, kebraram cesto de lixo, olha triste de ver. A onde estão os pais dessas mulecadas? Ai a policia chega a borracha vai aparecer todo mundo se fazendo de bons educadores.
 
Willian de Souza em 15/01/2014 12:06:46
A questão não é tão simples. O acesso ao Shopping é livre, claro que é. Mas porque será que boa parte da população, que não está "no nível de consumo da minoria", lá pouco frequenta? Será que não tem "os mesmos sonhos de consumo"? Alguém ja viu "morador de rua" em shopping? De qualquer maneira o fato de ir ao shopping, ainda que em grupo, correr para lá e para cá, fazer algum tipo de protesto, não é crime e não pode ser "impedido na borracha", como tem gente que defende. A polícia acompanhar, se organizar para evitar abuso, reprimir quem "e não genericamente a todos" extrapolar, aprontar, danificar, furtar etc, é papel legitimo e que ela pode exercer, sim. O que não pode é abusar de seu poder, é generalizar, e, sobretudo, querer "criminalizar", de antemão, qualquer manifestação
 
Roberto Ferreira Filho em 15/01/2014 11:42:54
NÃO SEI QUE MANIA Q POBRE TEM EM ACHAR Q SÃO DESCRIMINADOS...
NÃO SERIA MAIS FÁCIL CORRER ATRÁS DO PREJUÍZO, ESTUDAR, TRABALHAR E MUDAR SUA SITUAÇÃO ... MAS PREFEREM FICAR SE FAZENDO DE COITADINHOS, QUERENDO TUDO DO GOVERNO, BOLSA ISSO, BOLSA AQUILO, VALE DISSO, NEM A O MATERIAL ESCOLAR QUEREM COMPRAR, ESPERAM TUDO DO GOVERNO... É MUITA PARASITAGEM, E AINDA QUEREM FAZER ARRUAÇA NOS LOCAIS FREQUENTADOS PELOS MAIS FAVORECIDOS... AH VÁH... BORA TRABALHAR POVO...
 
GISELE MARQUES em 15/01/2014 11:24:24
O direito de ir e vir é constitucionalmente garantido, mas o de quebrar, saquear, causar pânico às pessoas que se encontram no local, depredar o patrimônio público e privado, perturbar o sossego, também são constitucionais e estão elencados no Código Penal, como crimes. Juridicamente é, sim, proibido barrar a entrada e isso NUNCA aconteceu no shopping, em CG. Mas é preciso ressaltar que a intenção de baderna é clara e a polícia tem, severamente, que manter a ordem e garantir a segurança da população de bem. Falta é serviço, ocupação e vergonha na cara pra essa moçada. A Polícia tem que agir duramente para não acontecer o que está acontecendo em outros Estados. Por que não copiam ações de trabalho, estudos e decência de outros jovens? Faz um "rolezinho" com essa molecada para limpar o mato.
 
Ana Carolina em 15/01/2014 11:16:40
Brasil tem que fazer que nem a casa china e outros shoppings do Paraguay, bota um segurança em cada porta segurando um "DOZE CANO DUPLO" dai eu quero ver dar "Rolezinho".
 
Ronye Mattos em 15/01/2014 11:16:16
Nobre Roberto Ferreira Filho, com o todo o respeito, e acordando com as considerações pertinentes em seu relevante comentário, eu não me arrisco ir ao shopping no horário que esses eventos estiverem marcados. O Sr arrisca? Nem me arrisco a participar como "laranja" em protestos cuja principal reinvindicação possa ser abraçada por minoria capaz de causar turba, manchar o protesto e tornar beligerante uma causa que não abraço, a causa da baderna?
 
Adriano Magalhães em 15/01/2014 11:08:27
mal tem que ser cortado pela raiz ,o comandante tem que da a ordem para os pms meter o pau nessa mulecada . que sao apenas vandalos.
 
natal araujo em 15/01/2014 11:07:45
QUEM É BARRADO NO SHOPPING, PELO AMOOOOOR DE DEUS?! QUE CONVERSA RIDÍCULA É ESSAAAAAA?! PAI ETERNO! AFF!
 
Ricardo Boretti em 15/01/2014 11:02:21
coloca esse organizadores na cadeia,isso fará nossa cidade ter má influencia para os turistas,se acontecer isso ...esse montes de pessoas que vao nesse "rolezinho",pq eles nao vao procura um emprego ,duvido para isso eles tem coragem para fazer procurar uma carreira profissional...(duvido)
 
giovane maicon de lima em 15/01/2014 11:02:14
Claro! Sempre ela - A Comissão de "Direitos Humanos"! Eu queria saber em que mundo vcs vivem? Será que vcs não percebem que vcs estão ajudando a construir delinquentes?! Deus do céu! Como vcs podem ser tão cegos e inocentes assim? Vcs defendem desocupados, marginais, ladrões, assaltantes, assassinos e toda essa corja e esquecem de ver o lado da população honesta, trabalhadora, que paga impostos pra sustentar essa cambada na cadeia e nas ruas, nos assaltando, matando, estuprando... Até quando vcs vão estar do lado contrário do bem? Construir espaços pra que? Pra picharem e depredarem como vem acontecendo por toda a cidade?! Reveja seus conceitos e se atualize! A realidade brasileira hoje é outra!
 
Ricardo Boretti em 15/01/2014 10:59:52
Questão Social Joatan? Você está lendo as notícias relativas a esta mesma atividades nos outros estados ou está com sentado na sua cadeira almofada, no ar condicionado, vendo o problema pelo lado poético e ainda querendo dar a entender que a polícia pode incorrer em abuso de autoridade? Sou contra violência, arbitrariedade, mas também sou intolerante a infratores da lei. Até quando vamos confundir o termo Direitos Humanos, jogando a culpa somente pro lado social da coisa?
 
joão victor em 15/01/2014 10:58:58
É ISSO AÍ COMANDANTE. MOSTRE QUE AQUI TEM POLICIA. O UNICO PROBLEMA SAO OS EXCESSOS DAS PMS CONTRA MUITAS VEZES, PESSOAS COMUNS QUE ESTAO LA PRA COMPRAR. COMO O SR VA IDENTIFICAR QUEM SAO OS BADERNEIROS E IMPEDIR QUE ELES ENTREM NOS SHOPPINGS?
 
LUCIANO MARQUES em 15/01/2014 10:55:47
Há vários aspectos a serem considerados. Manifestar-se, pacificamente, é um direito constitucional, que as autoridades públicas têm o dever de conhecerem. Ninguém pode ser proibido de exercer o seu direito de ir e vir, de forma pacífica, ressalte-se. Portanto, não há como proibir que jovens, venham de onde vierem, freqüentem centros coletivos de compras, sejam shoppings ou não. A mesma regra vale para aqueles que, querendo aproveitar essa manifestação constitucional de exercer seu direito de cidadão, tenham intenção de causar tumulto, de furtar lojas ou consumidores lá presentes. Não deve haver "2 pesos....2 medidas". A regra é igual a todos, morem no centro ou na periferia.
 
Paulo Roberto em 15/01/2014 10:55:41
O problema, Sr. Roberto Fereira Filho, é que o senhor usa palavras bonitas para ser a favor de protestos, mas na teoria, toda prática é diferente! Participei ativamente do Movimento Vem Pra Rua, que foi um movimento pacífico aqui na Capital, com CAMINHADA em prol de melhorias para TODAS AS CLASSES SOCIAIS! Não é com correria dentro de um shopping, gritaria e saques às lojas que esse MOLEQUES vão conseguir alguma coisa! E desde quando "pobres" são impedidos de entrar em shoppings centers? Não existe "seleção" para acesso aos empreendimentos! Isso é absurdo e é VANDALISMO sim! Cadeia pra essa cambada que deveria estar trabalhando para ganhar dinheiro e poder fazer compras nos shoppings! Ai sim não haverá motivo para "rolezinhos"! Faça-me o favor!
 
Ricardo Boretti em 15/01/2014 10:52:41
2.400 Pessoas saindo por ai carpindo pelas ruas da cidade e varendo e limpando a cidade ou...
2.400 Pessoas pintando as pichações que os desocupados fazem pela cidade, Arte é uma coisa, pichação inútil é outra ou ...
2.400 Pessoas indo a um asilo pra dar alguns minutos de atenção para os idosos.
Organizem um protesto descente, com camisetas do grupo protestem uma vez por semana, revezem as turmas.
Rolezinho não é um bom nome para um protesto, galera não sejam impulsionados pela a ideia da maioria nas redes sociais, nem sempre o que funciona em São Paulo ira funcionar em Campo Grande.
POVO FORTE É POVO INTELIGENTE
Atitude Autêntica essa é a ideia
Grande Abraço
 
Tom Melo em 15/01/2014 10:51:27
É uma situação delicada, pois assim como os manifestantes não podem perturbar a paz publica nem depredar bens, eles tem todo o direito de ir e vir, inclusive de entrar no Shopping sem ser barrado na porta, por ser um lugar aberto ao público, o shopping não tem direito de escolher sua clientela, isso já é feito cobrando mais por mercadorias e alimentos nas suas dependencias, mas se os manifestantes quiserem entrar no shopping, não há como barra-los, assim como os shoppings conseguiram liminar para adolescente entrar somente acompanhado, os nossos tambem podem conseguir, porem o procedimento é valido para todos, sejam ricos ou pobres, se entrar um adolescente rico desacompanhado, o manifestante barrado já pode processar por discriminação, porem, sou a favor da borracha!
 
maximiliano nahas em 15/01/2014 10:50:29
Campo Grande possui inúmeros e aconchegantes espaços públicos que podem servir para os jovens reunirem e protestarem da forma que quiserem. Agora, ir ao shopping dizendo que vão protestar não faz sentido, é uma forma de prejudicar os negócios de quem está lá trabalhando (causar prejuízos)... baderna pura! A policia tem que botar ordem mesmo...
 
Minuano Ribeiro em 15/01/2014 10:50:16
O que acham de dar um "rolezinho" numa biblioteca?????
 
Anderson Nascimento em 15/01/2014 10:35:03
Parece que todos aqui enlouqueceram inclusive o Cel David. O artigo 5o da contituição brasileira garante a todos, pobres, ricos, negros, brancos, o direito de ir e vir. O que não pode é cometer arruaça. Nesse caso 'PAU NELES".
 
Carlos Roberto em 15/01/2014 10:31:27
OLA! ESTÃO QUERENDO CAUSAR TRANSTORNOS NO COMERCIO, TRANSPORTE COLETIVO E NA ADMINISTRAÇÃO PUBLICA, ATE PORQUE O PERÍODO DA GRATUIDADE AOS DOMINGOS FOI NO GOVERNO DO ATUAL GOVERNADOR, ERA O PREFEITO MAS O PREÇO DAS PASSAGENS ERA ADMINISTRADO POR ELE E COMPENSAVA COM RECURSOS PUBLICO. AQUI EM CAMPO GRANDE-MS, ESTUDANTE NA PAGA PASSAGEM PRA IR E VIR PRA ESCOLA E ISSO JA NÃO BASTA? AINDA TEM KIT PEDAGÓGICO UNIFORME ESCOLAR MERENDA E AINDA RECLAMAM! ESSES MANIFESTANTES TEM QUE SEREM RESPONSABILIZADOS DE CAUSAREM PERTURBAÇÃO AO SOSSEGO E A ORDEM PUBLICA. ESSE MANIFESTO E TOTALMENTE INCONVENIENTE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! BORRACHA NELES.
 
Custodio Jose Neto em 15/01/2014 10:30:37
SENTA O PAU, SENTA A BORRACHA...Todas essas ações são dignas de Países de terceiro, quarto ou quinto mundo....todos os que infringem a Lei devem ser tratados conforme a lei manda....em nossa legislação não tem nenhum artigo que contemple essa forma de "justiça"...é esse Brasil que queremos?
 
Fabio Dino em 15/01/2014 10:24:41
É preciso ter políticas públicas para os jovens, os Direitos Econômicos Sociais e Culturais os Direitos Civis e Políticos estão distantes desta população, é preciso construir espaços de participação. No bairro é preciso ter espaço de cultura, lazer, e outros o Shopping não dá esta resposta. Comandante cuidado para não incorrer em crimes de Abuso de Autoridade e Preconceito, Racismo ou Discriminação temos que respeitar o cidadão em conformidade com o estabelecido na Constituição Federal é uma questão social muito mais do que de segurança tenho certeza que vamos chegar ao bom termo. Joatan Loureiro - Presidente da CDH-OAB.MS.
 
joatan loureiro em 15/01/2014 10:19:25
Lucas Matheus, me chama que eu ajudo!!! kkkkk
 
João de Silva em 15/01/2014 10:15:41
Pobre é uma coisa, desocupado e sem estudo é outra coisa. Aqui em Ribas tem muito pobre. Mas todos tem família, trabalho e responsabilidade. É muito difícil encontrar algum pobre fazendo arruaça. Essa história de racismo e descriminação é coisa desta politica suja que comandam nosso Pais. Infelizmente a Policia fica a mercê das novas leis criadas para dar guarida a contravenção. Imagine um marmanjão com 17 anos ter as regalias da contravenção e com muitos defensores. A situação social do nosso Pais vai de mal a pior. O Governo cria tantas leis e tantos direitos aos contraventores e não investem na Educação, saúde e segurança. Tudo por conta da Democracia e liberdade.
 
ricardo thibes cardoso em 15/01/2014 10:13:23
Reunir para protestar não é crime, pelo contrário! Acompanhar o protesto, para que não descambe para violência e vandalismo, é legítimo e é obrigação do Estado! Querer transformar os shoppings em "gueto", como se de exclusividade da minoria privilegiada de um país socialmente injusto, é no mínimo absurdo. Talvez o pânico surja nestes locais porque neles, em regra, a pobreza não é "convidada" a entrar! Equilíbrio e bom senso, não truculência antecipada, é o melhor caminho.
 
ROBERTO FERREIRA FILHO em 15/01/2014 10:10:51
Esse é nosso Comandante! MS tem polícia e aqui a desordem não impera! É de bom tom avisar esses "desocupados baderneiros" que o tratamento de educação aqui em nosso Estado/MS é bem diferente do que se vê em outros locais. Aqui tem polícia e a segurança da população é prioridade. Não preciso parabenizar ao Cel Davi pela atitude por que ordem , seriedade e competência são apenas algumas de suas qualidades no exercício da função de Comandante-Geral PMMS. Campo Grande continuará sendo uma capital onde a família pode viver em paz, tranquilidade e segurança.
 
Fatima Belchior em 15/01/2014 10:10:28
comandante primeiro, eu acho que vcs deveriam estar preocupado com os traficantes, assassinos, estupradores, cara que rouba e mata só pra ver o pai de familia cair no chão, agora junta 6 amigos ou mais e combinam de ir no shopping é baderneiro, tem que ter certeza ou pega aprontando antes de ameaçar, pq o senhor não ameaça bandido perigoso, ou as pessoas que vão no shopping, se for preto ou com roupa velha,simples é tranqueira, pensa nisso !!!
 
carlos henrique em 15/01/2014 10:00:54
É BOM TODOS ESTAREM PREPARADOS A TUDO!!!
VAI SABER DO QUE SE PODE ACONTECER, PREVENIR NUNCA E DEMAIS!!!
 
ALINE MARENGO FARIAS em 15/01/2014 09:59:03
A preocupação em geral é com a dispersão destes " manifestantes " e o que estiver no caminho deles .
Será que o efetivo da policia vai estar mesmo a disposição se precisarmos ?
Da outra vez que teve quebra quebra , tivemos loja depredada e invadida e até agora estamos esperando pela policia , que foi chamada e não compareceu.
 
lizeti aparecida zanineli em 15/01/2014 09:54:27
Maluco, se eu encontro uma mulecada dessa na rua sento o pau !!!
 
Lucas Matheus em 15/01/2014 09:46:46
Acredito que a melhor forma de protesto encontra-se em dois focos: ESTUDO E TRABALHO:quem foge desses dois é porque 'quer ser discriminado";tome-se o exemplo do jogador holandês SEEDORF que acaba de deixar o botafogo; alguém preocupa com a cor ou raça dele? não,porque a luz que o cara emite,o brilho do seu caráter contagia a todos.craque dentro e fora do campo;é desses "heróis" que precisamos.
 
Anderson Roque em 15/01/2014 09:44:47
De acordo. Tem que enquadrar esse povo mesmo. Rolezinho pra carpir ninguém quer né?
Vai cambada, protesto dentro de um shopping?? Ahaaam, nascemos ontem!!!
 
Afonso Benites em 15/01/2014 09:42:35
Adoro quando colocam ordem na ¨casa¨. Mas os bairros da periferia estão abandonados
 
elio santos em 15/01/2014 09:39:19
parabens comandante
baderna fora do estado e não aqui na nossa capital.
 
marcel dos santos nobre em 15/01/2014 09:12:04
Senta a borracha!!!!!!!!!!!!!
 
Alexandre Nascimento em 15/01/2014 09:09:28
Pau nesses arruaceiros. Estão querendo tirar o ÚLTIMO lugar que resta às pessoas e famílias de fazerem compras, comer, conversar e relaxar com relativa segurança. Que a Polícia esteja atenta e se houver baderna, pau neles.
 
Adriano Roberto dos Santos em 15/01/2014 09:04:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions