A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Setembro de 2017

10/08/2017 11:48

Concessionária cortou "gatos" de 120 moradias no Mário Covas

Bairro

Guilherme Henri, Ricardo Campo Jr. e Marcus Moura
Moradores do bairro Mario Covas bloquearam a rua Catiguá com paus e entulhos na manhã de hoje (10) (Foto: Marcus Moura)Moradores do bairro Mario Covas bloquearam a rua Catiguá com paus e entulhos na manhã de hoje (10) (Foto: Marcus Moura)

A Energisa cortou 120 ligações irregulares de energia na manhã desta quinta-feira (10), no bairro Mario Covas, em Campo Grande. Durante a ação, cerca de 80 moradores se manifestaram bloqueando uma rua do bairro em protesto a ação, que deixou as famílias “no escuro”.

A operação envolveu cerca de 20 equipes da concessionária que tiveram o apoio da Polícia Militar. A área invadida existe desde 2015 e a distribuidora já chegou a realizar outras operações no local, afirma a assessoria de comunicação da Energisa. Moradores do bairro afirmam que residem no local há 9 anos.

De acordo com o gerente de medição e combate a perdas da concessionária, Paulo Roberto dos Santos, as ligações clandestinas não obedecem a padrões mínimos de segurança. “Os chamados ‘gatos’ colocam em risco a vida das pessoas por conta dos choques elétricos, incêndios e curtos circuitos”, alerta.

Ainda segundo o gerente, as distribuidoras de energia só podem regularizar o fornecimento de energia em áreas invadidas com a permissão do poder concedente: Governo, Prefeitura Municipal ou Ministério Público.

Trânsito – Inicialmente os moradores bloquearam completamente a rua Catiguá com paus, móveis velhos e entulhos. Porém, como a rua é considerada uma via de rápido acesso a outros bairros, militares negociaram com os moradores para que eles permitissem que os veículos parados no local conseguissem realizar o retorno.

A reportagem entrou em contato com a assessoria da PM para saber se o trafego de veículos na rua foi normalizado, entretanto a ligação não foi atendida.

Prefeitura – O Campo Grande News também entrou em contato com a prefeitura, no entanto até a publicação desta matéria não obteve retorno.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions