A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

02/02/2015 19:19

Coren-MS notifica e dá prazo a Hospital Regional por falta de enfermeiros

Daniel Machado

O Coren-MS (Conselho Regional de Enfermagem de Mato Grosso do Sul) divulgou hoje (2) em seu site que “está ciente e já fiscalizou o Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, sobre a falta de enfermeiros, técnicos e auxiliar em enfermagem, após solicitação do MPE (Ministério Público Estadual)”.

O caso veio à tona no dia 17 de junho de 2014, por meio de denúncia anônima de um funcionário do hospital, de que há menos profissionais do que o necessário para atender os pacientes e que, por conta disso, os servidores sofrem sobrecarga de trabalho.

Diante disso, o MPE três dias depois (20) encaminhou ofício para a diretoria do hospital solicitando a lista dos trabalhadores lotados na UCO (Unidade Coronariana) e UTI adulto do Hospital Regional.

De acordo com o conselho, três fiscais estiveram no local nos dias 7, 8 e 9 de janeiro, onde constataram que o déficit de profissionais é de fato um agravante e um complicador na assistência desenvolvida.

Todos os setores do hospital foram fiscalizados. A constatação é de que há supervisão compartilhada de enfermeiros (quando um profissional acaba assumindo vários setores, além do seu). Esta situação se intensifica principalmente aos fins de semana e no período noturno.

“Pode-se constatar que há um déficit importante de profissionais de nível médio e superior. Fato este que compromete a assistência ali desenvolvida, além de gerar sobrecarga de trabalho para a equipe, favorece a ocorrência de imperícia, negligencia e imprudência por parte do profissional”, comenta a coordenadora técnica, do departamento de fiscalização do Coren-MS, a enfermeira Patrícia Cristina Guimarães.

O Coren-MS notificou o Hospital Regional, para que no prazo de 60 dias, seja apresentado o cálculo do dimensionamento da equipe de enfermagem, tendo como suporte legal a Resolução Cofen (Conselho Federal de Enfermagem) 293/2004.

O prazo se justifica uma vez que para a realização do cálculo, se faz necessária à análise de alguns dados, tais como classificação dos pacientes internados (cuidados mínimos, intermediários, semi-intensivos e intensivos), as taxas de ocupação e absenteísmo.

Terminado o prazo, o departamento de fiscalização Coren-MS procederá a análise dos documentos enviados, no intuito de, em conjunto com a direção do Hospital Regional, adequar o quantitativo de profissionais.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions