A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

08/06/2018 09:35

Corpo em decomposição é encontrado no mesmo local de buscas por pedreiro

Thiago Lopes Amarila, de 32 anos, desapareceu na mesma região no dia 27 do mês passado

Guilherme Henri e Geisy Garnes
Veículo de funerária chegando na Embrapa para buscar corpo (Foto: Saul Schramm)Veículo de funerária chegando na Embrapa para buscar corpo (Foto: Saul Schramm)

O corpo de um homem ainda não identificado foi encontrado na manhã desta sexta-feira (8) em região de mata na Embrapa, na Capital. O cadáver estava em estado avançado de decomposição com rosto desfigurado, o que dificulta a identificação. No entanto, a principal suspeita é que seja do pedreiro Thiago Lopes Amarila, de 32 anos, desaparecido na mesma região desde o dia 27 do mês passado.

Segundo apurado no local, o corpo foi encontrado por um vigia. Ele teria recebido a informação de outro funcionário sobre uma mochila no lugar. Ao sair para averiguar, ele se deparou com o corpo sem camiseta e de bermuda branca caído na região conhecida como melhoramento animal.

A área foi isolada por equipes da 7ª DP (Delegacia de Polícia), GOI (Grupo de Operações e Investigação) e Polícia Militar. A imprensa não teve acesso ao local.

Thiago está desaparecido desde o dia 27 de maio (Foto: Acervo Pessoal)Thiago está desaparecido desde o dia 27 de maio (Foto: Acervo Pessoal)

Desaparecido - Desde domingo, dia 27 de maio, amigos e parentes procuram pelo pedreiro, visto pelo última vez em uma área de mata nativa da Embrapa, onde havia ido pescar com os amigos.

Na manhã daquele dia Thiago acordou cedo, e como de costume, começou a limpar a casa, lembrou Maria Otilia Oliveira, de 67 anos, avó do pedreiro, em recente entrevista.

A idosa saiu e na volta, ela encontrou o neto tomando café com um amigo. Pouco depois, outro amigo de Thiago chegou ao local e o convidou para ir pescar.

Já era próximo ao horário do almoço, quando Maria viu o neto que criou como filho sair de casa com outros cinco amigos.

“Um dos meninos me ligou era 20h, perguntando se meu neto tinha chegado, eu disse que não, que ele que devia saber do Thiago”, lembrou. Para a idosa, o rapaz contou que foi até a portaria da Embrapa, mas não conseguiu encontrar o amigo, somente a camiseta que ele usava caída no matagal.

Sem notícia de Thiago, a família procurou a polícia na segunda-feira (28) e registrou um boletim de ocorrência. O Corpo de Bombeiro foi acionado e iniciou as buscas, mas até então sem sucesso.

Viatura da Polícia Militar chegando na Embrapa onde corpo foi encontrado nesta manhã (Foto: Saul Schramm)Viatura da Polícia Militar chegando na Embrapa onde corpo foi encontrado nesta manhã (Foto: Saul Schramm)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions