ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, DOMINGO  23    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Crianças gritam por socorro e contam que ficavam sozinhas em casa

Os dois menores, de 10 e 11 anos, relataram que a mãe sai para trabalhar pela manhã e só retorna à noite

Gabriel de Matos e Dayene Paz | 02/02/2023 19:00
Caso foi encaminhado para a DEPCA (Foto: Paulo Francis)
Caso foi encaminhado para a DEPCA (Foto: Paulo Francis)

Duas crianças, de 10 e 11 anos, foram encontradas sozinhas, no fim da tarde desta quarta-feira (2), no Bairro Monte Alegre, região do Pioneiros, em Campo Grande. A Polícia Militar foi acionada e constatou que os menores estavam sozinhos desde as 6h da manhã.

As crianças contaram que a mãe trabalha fazendo entregas de produtos comprados em uma loja de comércio on-line, e abre as encomendas que deveria entregar aos clientes. No local, foram encontrados tênis, eletrônicos e produtos cosméticos. "Tenho medo de usar isso aí e ser preso por ser produto que a minha mãe roubou de outras pessoas", disse a menina.

Conforme registrado pela PM em boletim de ocorrência, de dentro de casa, as crianças viam uma viatura e gritaram: "Estamos sozinhos aqui". Os irmãos foram ouvidas pelos policiais e informaram que não é a primeira vez que a mãe os deixa sozinhos em casa. Disseram que ela só volta à noite para casa, depois das entregas do dia.

De acordo com o boletim de ocorrência, durante a entrevista, as duas crianças estavam nervosas. O registro informa que na maior parte das vezes elas têm que cozinhar para se alimentar. Na casa, elas moram com a mãe e o padastro.

O convívio na casa da mãe é complicado, conforme relataram. O padrasto é alcoólatra e frequentemente briga com a mãe dos menores. Em uma dessas, o padrasto teria quebrado os óculos de uma das crianças.

O pai das crianças chegou ao local e relatou que registrou diversos boletins contra a ex-esposa. Além disso, contou que os menores ligaram chorando e pedindo por socorro, por "não aguentarem ficar mais sozinhos em casa".

Diante dos indícios de crime de abandono de incapaz, os menores foram encaminhados para a DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente).

Nos siga no Google Notícias