ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, SEGUNDA  15    CAMPO GRANDE 23º

Capital

De graça, hospital vai oferecer 80 mamografias por dia em outubro

Serão aproximadamente 1.360 exames até o fim da campanha na Capital

Adriano Fernandes | 03/10/2022 23:45
Hospital de Câncer de Campo Grande Alfredo Abrão. (Foto: Kísie Ainoã)
Hospital de Câncer de Campo Grande Alfredo Abrão. (Foto: Kísie Ainoã)

Entre os dias 5 e 31 do mês de outubro o Hospital de Câncer de Campo Grande Alfredo Abrão vai oferecer 80 mamografias por dia e de graça, durante a tradicional campanha do "Outubro Rosa" de estímulo à prevenção ao câncer de mama. Serão aproximadamente 1.360 exames até o fim da campanha na Capital.

Serão distribuídas 80 senhas/dia para mulheres entre 40 a 65 anos, de segunda à sexta-feira - exceto feriados. As mulheres interessadas poderão ir a partir de quarta-feira (5) diretamente ao Hospital de Câncer Alfredo Abrão, na Rua Marechal Rondon, 1053, a partir das 6h, pegar uma senha e fazer no mesmo dia o exame.

No local está a Carreta Sesc Mulher que se uniu ao HCAA e à Rede Feminina de Combate ao Câncer da Capital na missão solidária de multiplicar a prevenção com a queda na realização dos exames preventivos em função da pandemia.

A abertura oficial da campanha ocorre nesta terça-feira (04) no hospital. Promovida anualmente, a campanha preventiva busca compartilhar informações sobre o câncer e promover a conscientização sobre a importância da detecção precoce da doença.

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação desordenada de células da mama. Esse processo gera células anormais que se multiplicam, formando tumores. A doença pode evoluir de diferentes formas, algumas com desenvolvimento rápido, outras mais lentamente, com características próprias de cada tumor.

De acordo como INCA (Instituto Nacional do Câncer) sem considerar os tumores de pele não melanoma, o câncer de mama feminina ocupa a primeira posição mais frequente em todas as Regiões brasileiras. No Brasil estimam-se que serão 66.280 casos novos de câncer de mama, para cada ano do triênio 2020-2022. Esse valor corresponde a um risco estimado de 61,61 casos novos a cada 100 mil mulheres. No Mato Grosso do Sul, o índice do INCA aponta 850 novos casos da doença. Quanto mais cedo a doença é detectada, maiores as chances de cura. No Brasil, o Ministério da Saúde, através do SUS, fornece tratamento integral

Nos siga no Google Notícias