A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

07/02/2013 18:56

Dupla é presa por furtar joias e utilizar objetos em penhoras

Gabriel Neris e Helton Verão
Paulo Soares Cunha é acusado de penhorar joias furtadas para receber dinheiro de empréstimo Paulo Soares Cunha é acusado de penhorar joias furtadas para receber dinheiro de empréstimo
Alda Rodrigues Medeiros furtava joias das residências e passava para comparsa (Fotos: Simão Nogueira)Alda Rodrigues Medeiros furtava joias das residências e passava para comparsa (Fotos: Simão Nogueira)

A Polícia prendeu nesta quinta-feira (7) Alda Rodrigues Medeiros, de 34 anos, e Paulo Soares Cunha, de 38 anos, acusados de agirem juntos nos furtos de joias e na penhora dos objetos, em Campo Grande. A suspeita é que a dupla tenha conseguido cerca de R$ 3 mil na ação.

Alda trabalhava de empregada doméstica e ficava por pouco meses nas residências até conseguir as joias, segundo a Polícia. Ela entregava os produtos furtados para Paulo. O homem utilizava as joias como penhora em empréstimos bancários na Caixa. O esquema foi descoberto após os últimos patrões de Alda sentirem falta das joias.

O casal mora no bairro Tijuca e registrou Boletim de Ocorrência. Detida, Alda confessou que furtou as joias e disse repassá-las para Paulo. Ela afirma que esta foi à única vez que cometeu o furto. Mas a Polícia desconfia que a mulher realizada uma espécie de rodízios. “Eu passei as joias e ele me prometeu devolver R$ 370,00”, disse Alda.

A mulher afirma que agiu somente desta vez e por “burrice”. Com Paulo foram encontrados 14 documentos de penhora da Caixa. O homem contou que pedia o empréstimo, colocava as joias em penhora e de vez em quando quitava a dívida. Quando não tinha dinheiro deixava as joias no banco para pagar o empréstimo. “Ela sempre falava que as joias eram da irmã dela”, afirmou.

Paulo contou que cometeu a ação junto com a Alda pelo menos outras quatro vezes, mas disse não saber que se tratava de produtos furtados. “Se soubesse que era roubado não me meteria nisso”, diz o rapaz que conta ser porteiro e não tem passagens pela Polícia. A mulher tem passagens por furto.



conheço o paulo e sei que ele é gente do bem, que nao teria coragem de fazer furtos ou algo que o prejudicasse...!
 
junior lopes em 08/02/2013 13:37:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions