A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

23/07/2018 19:01

Dupla será julgada cinco anos após matar homem a tiros na Capital

Adriano Fernandes
Tribunal do Júri de Campo Grande. (Foto: Ilustração/Arquivo) Tribunal do Júri de Campo Grande. (Foto: Ilustração/Arquivo)

Cinco anos após terem matado, a tiros, um homem de 53 anos, André Aquino da Silva, 36 e Fábio Souza Santos, de 23 anos, serão levados a júri popular, nesta terça-feira (24) em Campo Grande.

André ainda está foragido da justiça e com mandado de prisão preventiva em aberto. Já Fábio foi capturado no mês passado.

No dia do crime, ainda em 29 de outubro de 2013, por volta das 00h15, André em uma moto pilotada por Fábio, atirou contra o veiculo Fiesta em que estava Jonas Caetano Teixeira, na Avenida Ezequiel Ferreira Lima, Bairro Guanandi II e fugiram logo em seguida.

Os tiros acertaram a cabeça, pescoço e ombro esquerdo da vítima e a arma do crime, calibre 38 foi jogada em um córrego, após o homicídio. Uma possível motivação para a execução seria uma ameaça que a vítima teria recebido de uma traficante, dia antes ao crime.

Consta no boletim de ocorrência sobre o caso que Jonas fazia serviços como “taxista clandestino” para mulheres de presos. E que, a mulher teria o ameaçado de morte, depois que ele a deixou sozinha no meio do percurso que leva Sidrolândia, durante uma corrida.

Não há informações sobre o porque da situação. 

O julgamento tem previsão de começar amanhã, a partir das 8 horas, na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, da Rua da Paz.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions