ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  24    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Energia é restabelecida, mas rua continua fechada após queda de árvore

Parte da árvore de grande porte caiu na noite de ontem e até a manhã de hoje continuava obstruindo rua

Por Viviane Oliveira e Bruna Marques | 03/03/2021 12:09
Galho de árvore fechou a rua no Bairro Rita Vieira causando transtornos aos pedestres e motoristas (Foto: Henrique Kawaminami) 
Galho de árvore fechou a rua no Bairro Rita Vieira causando transtornos aos pedestres e motoristas (Foto: Henrique Kawaminami)

Parte de uma árvore de grande porte que caiu na noite de ontem (2), derrubou três postes e deixou moradores sem energia, continua obstruindo a Rua Rotterdan, entre as ruas Laura de Abreu e Juazeiro do Norte, no Bairro Rita Vieira, em Campo Grande.

Morador do bairro há 36 anos, o pedreiro Antônio Aparecido Cardoso, 56 anos, contou que a árvore caiu por volta das 22h. A Energisa (concessionária responsável pelo fornecimento de energia elétrica em Mato Grosso do Sul) foi acionada e a luz restabelecida cerca de 4 horas depois, por volta da meia-noite.

“Essa árvore já estava querendo cair. Não chovia no momento da queda e o vento estava fraco, não tinha força para derrubá-la. No ano retrasado já tinha caído um galho dela, despencado pela raiz”, disse Antônio.

Por volta das 10h desta quarta-feira (3), os galhos ainda bloqueavam a rua para passagem de pedestres e veículos. Segundo os moradores, já haviam acionado o Corpo de Bombeiros, mas eles ainda não tinham aparecido. Eles temem que o restante da árvore caía em cima de alguma casa, causando prejuízo maior.

Conforme outro morador, José Aparecido, 33 anos, a árvore caiu porque o tronco está podre. “Tinha dado cupim nela”, contou. Segundo ele, a árvore tem mais de 30 anos. “Na hora que ela caiu fez um estrondo. Ao sair para saber o que havia acontecido, já notei a falta de luz”, explicou. Em contato, o Corpo de Bombeiros disse que iria verificar se já tinha entrado o chamado e se o serviço era de responsabilidade da Prefeitura. Retiradas de árvores e galhos são priorizadas quando a queda acontece em cima de casas, carros, muros e portões.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário