A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

13/07/2012 16:31

Errata: Trad disse que vai informar e não consultar Ministério sobre cão Scooby

Marta Ferreira

A reportagem do Campo Grande News errou, hoje cedo, ao divulgar que o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, vai consultar o Ministério da Saúde, sobre a situação do cão Scooby, que se transformou em mascote da campanha contra a eutanásia de animais com leishmaniose.

O prefeito, na verdade, disse que o Ministério vai ser “informado” da situação, após o cão passar por exames que vão detectar se está mesmo com leishmaniose. Em casos positivos, o protocolo de tratamento do Ministério da Saúde exige que o animal seja sacrificado.

Sobre isso, o prefeito declarou que é uma questão de saúde pública e que a prefeitura não pode passar por cima dos procedimentos que o Ministério determina.

O cão, que foi parar no CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) após ser arrastado pelo dono amarrado a uma moto, provocou comoção nas redes sociais e o prefeito divulgou que ele não seria sacrificado.

Hoje, ele disse que a decisão vai depender dos exames, mas que existem várias ofertas de clínicas para o tratamento do animal.

Quando à campanha pelo fim da eutanásia de animais, o prefeito declarou que é uma luta que deve ser feita junto ao Ministério da Saúde, pois trata-se de um protocolo nacional.

A matéria anterior já foi corrigida.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions