A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

09/04/2015 20:29

Estado muda sistema de transporte para servidores e espera economizar R$ 3,8 mi

Daniel Machado
A linha expressa que vai ligar o Centro da cidade ao Parque dos Poderes começa a operar dia 15 de abril em conjunto com o outro sistema já existente. (Foto: Divulgação)A linha expressa que vai ligar o Centro da cidade ao Parque dos Poderes começa a operar dia 15 de abril em conjunto com o outro sistema já existente. (Foto: Divulgação)

Mais de quatro mil servidores estaduais que trabalham no Parque dos Poderes, em Campo Grande, serão beneficiados com uma nova linha de ônibus que passa a funcionar na região a partir do dia 15 de abril. A medida, de iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Administração e Desburocratização (SAD), com parceria da Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano da Capital (Assetur), vai gerar economia de R$ 3,8 milhões por ano aos cofres de Mato Grosso do Sul.

Isso porque, atualmente, o Estado paga cerca de R$ 4,2 milhões por ano para duas empresas fazerem o transporte de 419 servidores de casa para o trabalho, o que significa aproximadamente R$ 840 por servidor ao mês. Esse serviço, chamado de transporte especial, será trocado pelo transporte urbano com a nova linha que vai ligar a Praça Ary Coelho, no Centro da cidade, ao Parque dos Poderes. Com a modificação, a contrapartida estadual passa a ser de R$ 362 mil ao ano, ou de R$ 72 por servidor ao mês.

“Pensamos em um meio de economizar, mas sem perder a eficiência. Também chegamos a conclusão de que não se pode privilegiar 419 servidores em detrimento de quatro mil que já utilizam o transporte urbano para chegar ao trabalho diariamente”, explicou o titular da SAD, Carlos Alberto de Assis, lembrando que o Estado optou por alterar o tipo de transporte após amplo estudo.

Segundo ele, a nova modalidade dá mais flexibilidade e dinamismo, tanto para os servidores quanto para a população que usa o transporte público e precisa se deslocar ao Parque dos Poderes para ter acesso aos diversos tipos de serviços.

Nova linha expressa - A linha expressa que vai ligar o Centro da cidade ao Parque dos Poderes começa a operar dia 15 de abril em conjunto com o outro sistema já existente. Após 30 de abril, o transporte especial será interrompido e somente o transporte urbano fará a ligação do parque aos demais bairros de Campo Grande. A alteração não resultará em custo adicional ao trabalhador, que continuará pagando 6% do salário pelo transporte público, como é previsto na Lei Federal nº 7.418/1985 e já ocorre.

Ainda de acordo com o secretário Carlos Alberto, a nova linha vai atender de forma efetiva quem precisar usar o transporte público para chegar ao Parque dos Poderes. “Todos nós temos uma linha de ônibus perto de casa. O servidor não vai ter que acordar mais cedo para ir trabalhar. A Assetur vai indicar para cada um onde se pega o ônibus, quais linhas utilizar e qual o tempo de trajeto”, disse o secretário.

Nos primeiros 90 dias de funcionamento da linha expressa, uma equipe formada por técnicos da Administração e da Assetur vai fazer o monitoramento do transporte como forma de adequar o serviço às necessidades do servidor. “Serão mais ônibus e mais horários para o trabalhador”, garantiu o secretário.

Homem foge de briga, se envolve em acidente e acaba agredido por moradores
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


Boas noticias tivemos nos 100 dias do governo de Reinaldo Azambuja, nós servidores usuários do transporte especial estamos indignados com essa decisão do governador, pois fomos os últimos a saber.
Só que utiliza os transportes coletivos é que sabe a realidade péssima;moro no São Conrado e necessito pegar três ônibus para chegar até o parque dos poderes.
Se o governador quer cortar gastos então comece cortando os cargos comissionados.
 
ana em 10/04/2015 13:23:49
Pois bem,são em media 4.000 (quatro mil) servidores públicos estaduais sendo que em media são 2.000 (dois mil) "SERVIDORES CONTRATADOS E CONVOCADOS",ou seja em media não concursado.Os servidores que estão entre os 419 que utilizam transporte especial são servidores sem condição financeira para comprar um meio de transporte,o Parque do Poderes é contra mão pra "TODOS" ou seja quer economizar?CONTRATE E CONVOQUE menos cargos que ele vai economizar bem mais do que fazer isso....
OBS: Os "CONTRATADOS E CONVOCADOS" ganha em media duas a três vezes a mais que um "SERVIDOR CONCURSADO",isso eu digo em nível médio,imagina o superior....
Parabéns GOVERNADOR já começou fazendo errado com seus 100 (cem)dias.....
 
ARIADNE em 10/04/2015 09:46:28
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions