ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  11    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Flagrado com droga em pelotão, PM diz que é dependente químico e pede internação

Antes, militar havia dito que 30 papelotes de cocaína e 400 gramas de maconha tinham sido apreenedidos em ocorrência

Por Clayton Neves | 08/07/2020 10:38
Fachada do pelotão da Polícia Militar no Bairro Aero Rancho, em Campo Grande. (Foto: Google Street View)
Fachada do pelotão da Polícia Militar no Bairro Aero Rancho, em Campo Grande. (Foto: Google Street View)

Flagrado com droga no pelotão da PM, policial militar, de 30 anos, voltou atrás na versão inicial e confessou que era dono dos papelotes de maconha e cocaína encontrados na mochila dele durante  “batida” da Corregedoria, na última sexta-feira (4). Em documento ao juiz que cuida do caso, a defesa afirma que o militar é dependente químico e pede para que ele seja internado em uma clínica de recuperação.

Na primeira versão, o suspeito afirmou que a droga havia sido apreendida durante ocorrência a caminho do trabalho, momentos antes do flagrante. No entanto, voltou atrás e confessou que o entorpecente que carregava, na verdade era estoque de droga que consumiria durante todo o mês.

A compra de 30 papelotes de cocaína e 400 gramas de maconha teria sido feita para evitar idas frequentes até bocas de fumo, já que o fato de ser policial poderia acarretar problemas. Segundo a defesa, para comprar a carga o militar teria feito empréstimo de R$ 1.200, que seria debitado de adiantamento do 13° salário.

Com a justificativa, o advogado que representa o suspeito pediu à Justiça que ele seja submetido a exame toxicológico, para comprovar o vício, encaminhamento para tratamento da dependência química e também que o processo que investiga o caso seja colocado em segredo de Justiça. O pedido deve ser analisado pela pela Vara de Auditoria Militar nos próximos dias.

O caso - A prisão aconteceu no pelotão do Bairro Aero Rancho, que pertence ao 10º Batalhão da Polícia Militar. Por volta das 6 horas de sexta-feira (4), equipe da Corregedoria foi ao local para fazer inspeção de rotina na unidade. Assim que chegou ao posto de serviço, o soldado foi abordado e revistado e com ele, foram encontrados 30 papelotes de cocaína, 400 gramas de maconha e uma balança. Ele foi preso em flagrante.

Na ocasião, o PM disse que a droga havia sido encontrada e apreendida por ele  no trajeto que fez de casa até o pelotão. Alegou ainda, que foi preso sem ter oportunidade de explicar detalhadamente os fatos.