ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 20º

Capital

"Foi uma correria, desesperador", conta PM que ajudou na evacuação de atacarejo

Policial foi ao mercado para fazer compras e acabou auxiliando na retirada de pessoas do local

Por Silvia Frias | 22/04/2022 21:16



“Foi uma correria, bem desesperador”, contou a sargento da PM (Polícia Militar) Viviane Bitencourt, que havia acabado de chegar ao Fort Atacadista, na Avenida Presidente Vargas, e acabou auxiliando na retirada das pessoas do local.

A militar mora no Residencial Flamingos, próximo ao local e contou que havia saído de casa para comprar itens para o jantar, enquanto o marido corria.

Ao chegar no atacarejo, já viu as chamas dentro do local. “Fiquei com medo de explodir”, contou, explicando que o fogo chego perigosamente perto da fiação.

A militar começou a orientar as pessoas a sair e ficar do outro lado da rua. “Foi uma correria”, descreveu. Um dos funcionários queria voltar, pois havia deixado cair o celular, mas foi impedido por ela. “Não deixe, não dava para voltar, a fumaça estava com cheiro bem forte”.

Logo depois, equipe da Guarda Civil Metropolitana chegou e isolou a área para o trabalho do Corpo de Bombeiros, que também chegou pouco depois.

Bombeiros foram acionados para conter chamas no atacarejo (Foto: Paulo Francis)
Bombeiros foram acionados para conter chamas no atacarejo (Foto: Paulo Francis)


Nos siga no Google Notícias