A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

10/04/2014 16:38

Fretista renova todo dia esperança de recuperar S10 furtada há um mês

Bruno Chaves e Graziela Rezende
Oswaldo foi encontrado pela reportagem na Defurv. Ele estava em mais um dia de busca por informações (Foto: Cleber Gellio)Oswaldo foi encontrado pela reportagem na Defurv. Ele estava em mais um dia de busca por informações (Foto: Cleber Gellio)

Com uma caminhonete Chevrolet S10, o fretista Oswaldo de Oliveira Neto, 57 anos, lucrava de R$ 80 a R$ 150 por dia no transporte de sucatas. No entanto, o sustento da família ficou prejudicado depois que o veículo foi furtado. Ele procurou a Polícia Civil para denunciar o crime, mas reclama da omissão dos órgãos de segurança pública. Diariamente, há quase um mês, ele vai à delegacia na esperança de encontrar o veículo.

Oswaldo teve a caminhonete furtada no dia 16 de março deste ano, em frente a Colônia Paraguaia, na Rua Ana Luiza de Souza. Depois disso, ele afirma que vai à Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos) todos os dias para ter informações sobre as investigações, mas sem sucesso.

“Os policiais falam que estão em buscas. Já cheguei a ligar lá e falam para mim sobre a falta de efetivo atrapalha. Teve até um dia que falaram que dos cinco policiais da delegacia, quatro estavam de atestado médico”, contou.

Sozinho, fretista já fez varias buscas em Campo Grande. “Procurei por estradas vicinais, na região da Gameleira e outras. Já fiquei três horas fazendo buscas”, afirmou. “Com essa estrutura, a gente sabe até que os policiais fazem muito. Mas eu preciso do meu carro para trabalhar e viver”, emendou.

Atualmente, o fretista trabalha pedindo carros emprestados para amigos e familiares. Dessa forma, ele pode transportar a sucata, mas o lucro do serviço não ultrapassa os R$ 40 diários.

“E para piorar, a caminhonete está alienada ao banco. Faltam 20 parcelas de R$ 470. Eu tenho que pagar porque senão eles ainda tomam a minha casa”, pontuou o homem, lembrando que o veículo roubado tem valor de mercado de R$ 38 mil.

Quem tiver informações sobre a caminhonete de Oswaldo pode procurar a Polícia Civil. O veículo é uma S10 branca de 2002, cabine dupla, combustível diesel, e de placas NCL-4200, de Campo Grande.

Promotoria e prefeitura firmam acordo para recuperar área de preservação
Foi celebrado entre o MPE (Ministério Público Estadual) e a prefeitura de Campo Grande acordo para recomposição da vegetação nativa da área de preser...
Concurso recebe inscrições para 83 vagas técnico-administrativas
Seguem abertas as inscrições para o concurso que oferece 83 vagas para técnico-administrativos em Educação na UFMS (Universidade Federal de Mato Gros...
Vice-governadora visita projeto em que detentos reformam escolas
O projeto "Pintando e Revitalizando a Educação com Liberdade", desenvolvido pelo Poder Judiciário estadual, foi conhecido e elogiado na sexta-feira (...
Crianças do Vespasiano Martins recebem Papai Noel e ganham presentes
As crianças do loteamento Vespasiano Martins, na periferia de Campo Grande, receberam a visita especial do Papai Noel neste sábado (16). Foram distri...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions