A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

08/10/2015 16:26

Guarda Municipal muda farda para diferenciá-la do uniforme da PM

Ricardo Campos Jr.
Uniformes terão detalhes diferentes a partir de 2016 (Foto: Marcos Ermínio)Uniformes terão detalhes diferentes a partir de 2016 (Foto: Marcos Ermínio)

A Guarda Municipal de Campo Grande apresenta, nesta sexta-feira (8), as mudanças no uniforme da corporação para que os agentes não sejam mais confundidos com policiais militares. Polêmica envolvendo a semelhança nas fardas começou há seis meses, quando um homem foi agredido e não soube dizer a qual das duas instituições pertencia o suspeito.

O MPE (Ministério Público Estadual) abriu hoje um inquérito relacionado ao tema. Conforme os arquivos do caso, uma pessoa fez uma denúncia reclamando que, além das roupas parecidas, a preparação dos guardas foi realizada no centro de treinamento da polícia, o que é vetado pela lei 13.022.

Valério Azambuja, então secretário de Segurança Pública da Capital, respondeu às acusações anônimas dizendo que, em primeiro lugar, a mesma normativa também prevê parcerias com outras esferas de governo, como no caso da formação dos servidores para realizar funções além da vigia patrimonial.

Ele informou que os dirigentes da corporação já estavam realizando estudos para modificar a farda, o que atenderia também a uma recomendação feita inclusive pelo próprio MPE.

Como a lei que institui a Guarda Municipal prevê a cor azul para os trajes, ela será mantida. Segundo a assessoria da instituição, a diferenciação será por meio de detalhes, ainda não divulgados.

A pasta previu o custo de R$ 850 por kit contendo calça, camisa, gandola (uma espécie de camisa mais grossa usada por cima da camiseta), gorro, coturno, cinto de guarnição, tarjetas (tira colocada no braço com o nome da corporação) e sutache (tira onde são gravados o nome e o tipo sanguíneo do servidor).

Como são 1.286 guardas, ainda segundo ofício enviado por Azambuja ao MPE, a troca será gradativa e concluída até 2019, sendo 300 uniformes em 2016, 300 em 2017, 350 em 2018 e 350 em 2019. Dada a quantidade, o valor total para as alterações será R$ 1.105.000.

O lançamento, conforme a assessoria de imprensa da corporação, será feito durante a posse do novo comandante, no Teatro Glauce Rocha, a partir das 8h.



Isso é que é mudança hein?
É uma verdadeira piada. Um deboche com a população.
A GCM é um entulho criado e sustentado com recurso da população.
Não tem nenhuma serventia e seus integrantes só aparecem metidos em confusões e crimes.
Para cuidar da segurança, basta a PM.
Para cuidar de patrimônio, basta contratar segurança privada.
 
Critico em 09/10/2015 07:25:13
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions