ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  14    CAMPO GRANDE 31º

Capital

Homem assassinado no bairro Dom Antônio era ameaçado por traficantes

Por Francisco Júnior e Paula Maciulevicius | 15/05/2013 07:35
Corpo foi encontrado por volta das 5h30 de hoje. (Foto: João Garrigó)
Corpo foi encontrado por volta das 5h30 de hoje. (Foto: João Garrigó)

Dívida de droga seria a motivação para o assassinato de Anderson Alves de Oliveira, 31 anos, ocorrido na madrugada desta quarta-feira (15), no bairro Dom Antônio Barbosa, em Campo Grande.

De acordo com familiares, a vítima era usuária de drogas e constantemente sofria ameaçadas de traficantes da região. A mulher de Anderson afirmou que na semana passada disparos foram feitos na frente da casa dela.

O corpo de Anderson foi encontrado às 5h30 no cruzamento da travessa com a rua Léia Mara Barbosa Marques com a rua Adelaide Maria de Figueiredo. Diante do estado de rigidez do cadáver, a perícia afirma que o crime aconteceu por volta das 2 horas, mesmo horário que moradores daquele trecho da rua contaram ter ouvidos disparos.

A vítima foi morta com três tiros, sendo um deles na nuca. O crime aconteceu em frente da casa do aposentado Manoel Albertino da Silva, de 69 anos. Ele disse que ouviu os disparos, mas achou que fosse em outro lugar. “Achei que estivessem comemorando. Afinal aqui sempre tem tiro”, conta.

O vigia Gervasio Aparecido de Souza, de 50 anos, afirma que os crimes que acontecem no bairro tem como motivação a dívida de droga. “O problema aqui é que tem muita droga”, diz. Ele defende que a Polícia faça uma operação no bairro. “A Polícia Civil e a Polícia Militar deveriam fazer uma batida bem dura aqui”, acrescenta.

Policiais militares fizeram rondas, mas nenhum suspeito do crime foi preso.

Nos siga no Google Notícias