A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

04/12/2012 13:18

Homem que matou rival no Morada Verde é preso e diz que não se arrepende

Mariana Lopes
Everson confessa o homicídio e diz que não se arrepende (Foto: Luciano Muta)Everson confessa o homicídio e diz que não se arrepende (Foto: Luciano Muta)
Arma utilizada no crime, e as munições que estavam nela (Foto: Luciano Muta)Arma utilizada no crime, e as munições que estavam nela (Foto: Luciano Muta)

Everson Ferreira da Rocha, 39 anos, foi preso ontem (3), em flagrante, no bairro Aero Rancho, acusado de ter matado a tiros Márcio Pereira da Silva, 33 anos, na noite do último domingo (2). Assassino confesso, ele afirma que não se arrepende de ter atirado no rival. “Antes ele do que eu”, disse o autor.

A briga começou na casa de Everson, no bairro Morada Verde, quando Márcio chegou ao local armado e fazendo ameaças. De acordo com o delegado titular da 25ª Delegacia de Polícia, Weber Luciano Medeiros, os dois já tinham rixas antigas e na noite do crime tinham bebido bastante.

O delegado conta que Márcio havia brigado com outro homem que estava no local e acabou atingido de raspão por um disparo da arma de Márcio, um revólver calibre 38.

Em seguida, Everson conseguiu tirar a arma das mãos de Márcia e atirou contra ele. “Não precisava atirar, a vítima já estava contida e desarmada”, argumenta Weber.

“O cara tinha homicídio, tentativas. Vai deixar um cara desse vivo? Não existe isso”, disse Everson sobre o motivo pelo qual matou Márcio.

Segundo o delegado Weber, foi feito o pedido de prisão preventiva de Everson e ele será indiciado por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e por dificultar a defesa da vítima. Ele está preso na 2ª Delegacia de Polícia Civil.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions