ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, TERÇA  19    CAMPO GRANDE 25º

Capital

Idosa descobre outro corpo enterrado em túmulo que era para ser do irmão

Prefeitura solicitou que exumação fosse realizada para construção de nova sepultura; durante a escavação foi descoberto o erro

Por Aletheya Alves | 10/12/2019 16:50
Cemitério do Cruzeiro fica na Avenida Coronel Antonino. (Foto: Arquivo/Paulo Francis)
Cemitério do Cruzeiro fica na Avenida Coronel Antonino. (Foto: Arquivo/Paulo Francis)

Para construir um novo túmulo, uma idosa, de 65 anos, precisou acompanhar a exumação do corpo do irmão na manhã de hoje (10). Pouco tempo após escavar, funcionários do Cemitério do Cruzeiro, em Campo Grande, informaram que o procedimento já teria sido realizado, mas ela afirma que nunca autorizou a ação e que a ossada parecia não ser do homem.

A intenção era apenas construir um novo túmulo com duas gavetas no local, para isso a prefeitura solicitou que se realizasse exumação do corpo. Durante o procedimento foi encontrada uma sacola preta com ossadas que seriam de seu irmão. De acordo com o boletim de ocorrência, a mulher afirmou que nunca autorizou realizar o procedimento.

Também explicou que o irmão foi sepultado no terreno que é propriedade da sua família. Na sacola foram encontradas uma meia e cueca amarela, mas o homem teria sido enterrado apenas com bermuda jeans e camisa cor de rosa, sem meias.

Outro ponto indicado pela idosa é que o irmão tinha 2,15 metros de altura e que a ossada encontrada parecia ser de pessoa mais baixa. O boletim de ocorrência foi registrado como destruição, subtração ou ocultação de cadáver na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

O Campo Grande News entrou em contato com a assessoria da Prefeitura, mas até o momento não houve retorno. 

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário