A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/02/2013 15:58

Idoso morre em Anhanduí e vizinhos acusam posto de saúde de negligência

Nícholas Vasconcelos
Moradores se reuniram indignados depois da falta de atendimento. (Foto: Laiana Horing)Moradores se reuniram indignados depois da falta de atendimento. (Foto: Laiana Horing)

A morte do idoso Ademar Mariano, 69 anos, gerou revolta em moradores do distrito de Anhanduí, em Campo Grande. Eles afirmam que houve negligência no atendimento recebido de um enfermeiro na UBS (Unidade Básica de Saúde).

De acordo com os moradores, o idoso começou a ter convulsões na manhã deste sábado e eles resolveram procurar ajuda no Posto de Saúde. O enfermeiro de plantão na unidade foi até a casa de Ademar, onde constatou que ele estava com a pressão arterial elevada, mas que mesmo assim não era nada grave e retornou para a unidade.

Como o homem voltou a passar mal, um grupo de vizinhos foi até o posto e pediu que o idoso fosse levado até Campo Grande. No entanto, segundo os moradores, o enfermeiro teria se recusado a realizar o atendimento porque estava no horário de almoço.

Um vizinho se exaltou e o funcionário público acionou a PM (Polícia Militar), mas aceitou retornar na casa de Ademar. Quando ele chegou ao local, constatou que o idoso estava morto.

“A primeira vez que ele foi na casa ele estava respirando, mas disse que não era nada”, contou a moradora Ieda Alves, que estava bastante nervosa.

Moradores do distrito relatam que na semana uma criança sofreu convulsões e precisou ser transportada em uma ambulância da PRF (Polícia Rodoviária Federal), porque não havia motorista para conduzir o veículo do posto de saúde.

Segundo a viúva, Maria Mariano, 69 anos, o marido havia sofrido um corte na perna e foi transportado para HU (Hospital Universitário) de Campo Grande. Enquanto estava internado apresentou problemas cardíacos, nos rins e por último um AVC (Acidente Vascular Cerebral). “O médico tinha liberado ele para o fim de semana”. Contou

A reportagem do Campo Grande News entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Campo Grande, mas não foi atendida.

Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


ao comentario que familiares fez para a imprensa ocorreu um descaso, mais devemos pensar que anhandui tem que lutar para tornar-se um municipio e tambem buscarmos nas proximas eleições eleger um cidadão da propria cidade para ir em busca de seus direitos, o candidato passa por ai na epoca de eleção pedindo voto depois esquece da população daqui 2 anos tem eleição para deputado estadual vamos eleger cidadão da propria cidade para que o mesmo busque escola, postos de atendimentos , medicos para a nossa cidade
 
sandra versallis em 18/02/2013 11:56:50
Enfermeiro não é medico, Enfermagem sozinha nao salva vida, enquanto a população tratar medico como Deus vai ser assim. È mais comodo culpar a enfermagem pela falta de atendimento do que culpar a falta de atendimento medico. Enquanto o povo não adquirir cultura será daí pra pior.
 
william sousa em 18/02/2013 08:08:53
lucas souza - Anhanduí faz parte do município de CAMPO GRANDE!
 
Mateus da Silva em 18/02/2013 07:45:59
Já passou da hora de Anhanduí se tornar município.
 
Murilo Delmondes em 18/02/2013 00:00:49
Lembrem-se que Anhandui é Distrito de Campo Grande, portanto a respossabilidade é da Prefeitura de Campo Grande, com a palavra o Prefeito!!!!
 
Carlos Marques em 17/02/2013 23:49:19
em anhandui sempre foi complicado com o transporte d doentes a c gde mas precisariamos d ter medicos de plantao 24 hs p os primeiros socorros por ter 60 km d distancia o doente as vezes sendo prontamente atendido nao consegue chega a c gde mas a desculpa e sempre a mesma q nao tem verbas para tal e so lembra bem d anhandui na hora d fazerem as passeatas pra pedir votos pra se elegerem porque tirando isso nao mais se preocupam com o distrito q so e lembrado na epoca da eleicao isto sim e uma vergonha pra autoridades q deviam olhar pelas ruas q so tem buracos e q o asfalto sempre e prometido nas epocas de eleicao depois anhandui nao esta mais nem no mapa quanto mais na prioridade da prefeitura ta hora da populacao acordar por que eles tem os votos na mao seria bom na proxima eleicao sem vot
 
claudete soares da silva em 17/02/2013 17:52:55
O que está ruim vai piorar.
Farmácias só poderão vender antibióticos com receita médica.
ONDE ESTÃO OS MÉDICOS?PRINCIPALMENTE DA SAÚDE PÚBLICA.
 
SÉRGIO SILVA em 17/02/2013 11:26:33
Estou sempre batendo na mesma tecla,temos que regularizar os médicos formado no exterior, no interior é uma vergonha....os médicos de dipirona , paracetamol e soro são deuses,tem que haver concorrencia,em qualquer profissão tem, por que não para médicos garanto que acabaria com essa pouca vergonha...o que o enfermeiro tem com isso...não é médico.
 
alberto silva em 17/02/2013 09:42:45
infelizmente!!! no interior eh assim q acontece, nunca tem atendimentos por causa disto, por causa daquilo, a populaçao do interior nao pode cruzar os braços a cada situaçao desta, vcs tem que cobrar dos vereadores, prefeito. porque vir pra campo grande nao pode, tem que ter o cartao do sus, entao oq deve ser feito...
 
lucas souza em 17/02/2013 09:23:29
ENFERMEIRO NAO É MEDICO!!!!! QUE CULPA ELE TEM?????
 
tatiane lago rezende vieira em 16/02/2013 22:35:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions