A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/09/2011 08:14

Inauguração da Via Morena marcará também lançamento da nova Afonso Pena

Edmir Conceição*
A Via Morena complementa a interligação dos projetos Imbirussu/Serradinho, Orla Morena e avenida Júlio de Castilho. (Foto: Denilson Secreta)
A Via Morena complementa a interligação dos projetos Imbirussu/Serradinho, Orla Morena e avenida Júlio de Castilho. (Foto: Denilson Secreta)

A urbanização e nova infraestrutura da Via Morena, etapa avenida Duque de Caxias será inaugurada pelo prefeito Nelson Trad Filho neste sábado, a partir das 9 horas, em solenidade que terá também, logo após, o anúncio pelo governador André Puccinelli do início das obras de recapeamento da Avenida Afonso Pena. As intervenções transformam a cidade contribuindo para uma melhor mobilidade urbana, preservação ambiental e qualidade de vida dos campo-grandenses.

A intervenção da avenida Duque de Caxias aconteceu após a retirada dos trilhos da ferrovia que existiam no local com a proposta de modernização e alargamento da avenida. Importante via que dá acesso a diversas regiões da cidade, a avenida Duque de Caxias recebeu obras ao longo de 4.400 metros de via com o alargamento das duas pistas (três faixas de rolamento mais faixa de estacionamento, totalizando 12,6 metros), e 4,5 quilômetros de ciclovia que complementa a interligação dos projetos Imbirussu/Serradinho, Orla Morena e avenida Júlio de Castilho – que será revitalizada.

O canteiro central da via conta com novo paisagismo, arborização e reserva de faixa para futura utilização do transporte coletivo urbano A Praça do Aviador, em frente à Base Aérea, recebeu revitalização e um mirante foi criado para permitir a observação de pousos e decolagens e eventos aéreos.

Nesta etapa, a Via Morena recebeu investimentos na ordem de R$ 13,9 milhões, dos quais R$ 11,1 milhões são do Governo Federal por intermédio do Ministério da Integração Nacional e R$ 2,8 milhões (20%) são de contrapartida da prefeitura. Com a nova estrutura, a avenida Duque de Caxias vai beneficiar diretamente mais de 70 mil pessoas que usam diariamente a via e cerca de 200 mil de forma indireta.

O novo complexo viário da avenida Duque de Caxias passa a contar com 18 mil metros quadrados de calçadas padronizadas. A obra segue também as regras estabelecidas pelo Plano Diretor de Campo Grande e pela Lei de Ordenamento do Uso e Ocupação do Solo, garantindo 12% de permeabilidade em todo o percurso, fundamental para auxiliar no escoamento da água da chuva. Ao longo da avenida foram replantadas cerca de quarenta palmeiras (da espécie Latânia).

Uma via moderna - A avenida Duque de Caxias recebeu um complexo semafórico moderno, faixa de pedestre em todos os cruzamentos e sinalização horizontal com material diferenciado. A velocidade máxima permitida será de 60 km por hora, sendo que em pontos estratégicos os radares vão exigir velocidade máxima de 50 km por hora.

A Via Morena recebeu semáforos nos cruzamentos com as ruas Brasília, dos Andradas e avenidas Itatiaia, Brasil Central, Presidente Vargas e em frente ao Comando Militar do Oeste (CMO).

Além de radar para o controle de velocidade, a avenida Duque de Caxias terá equipamento semafórico misto com câmera que permitirá a fiscalização de avanço de sinal vermelho e veículo parado na faixa de pedestre. Esse tipo de equipamento vai contribuir para evitar abusos de velocidade e infrações de trânsito que podem originar em acidentes.

Tecnologia - Já prevendo o fluxo intenso de veículos, a tecnologia adotada na sinalização horizontal visa tornar a via mais moderna e permitir maior tempo de uso, com duração superior a cinco anos. As faixas de pedestre e de retenção são à base de material laminado, conhecido como auto-tap, uma fita pré-formada auto-adesiva. Já as faixas de divisão de pista (faixas tracejadas) receberam pintura especial à quente que leva o nome de “hot-spray”. A ciclovia, além da sinalização, recebeu no cruzamento de pistas a pintura na cor vermelha que alertará quanto à travessia de ciclistas e de veículos. O laminado utilizado para a sinalização é feito à base de elastoplástico – material bastante resistente.

Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


PARABÉNS, PELA INTEGRAÇÃO DA PREFEITURA DE CAMPO E O GOVERNADOR DO ESTADO, É ASSIM QUE FAZ ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, NÃO SER OS PREFEITOS INIMIGOS DO GOVERNADORES, E GOVERNADORES E PREFEITOS, CONTRA A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA, ESTÁ PROVADO, QUE SÓ A UNIÃO FAZ A REPRESENTAÇÃO DA FORÇA, E QUEM GANHA SEMPRE É A POPULAÇÃO EM GERAL, QUE DEUS DÊ PARA OS DOIS MUITAS INTELIGÊNCIA, SABEDORIA.
 
PEDRO BRAGA em 16/09/2011 04:42:40
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions