A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

02/12/2016 19:54

Investigação sobre sumiço de motorista passa para a Delegacia de Homicídios

Nyelder Rodrigues e Luana Rodrigues

A investigação sobre o desaparecimento do motorista autônomo do aplicativo Uber, Humberto de Souza Junior, de 37 anos, será feita pela DEH (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes de Homicídios), que recebeu o caso nesta sexta-feira (2).

O caso foi registrado inicialmente na 6ª DP (Delegacia de Polícia Civil) e, segundo o delegado Edemilson José Holler, a mulher do desaparecido já foi ouvida nesta tarde. Ela fez o registro no período da manhã.

No depoimento, a mulher reforçou o que já tinha sido repassado no boletim de ocorrência, de que o marido saiu de casa para trabalhar como motorista do Uber às 21h de ontem (1) e trocado mensagens com a esposa às 23h42 pelo WhatsApp avisando que estava retornando para casa.

Entretanto, ele não voltou e às 1h23 desta madrugada, ele enviou nova mensagem à mulher, dizendo que ainda estava trabalhando. A esposa de Humberto então teria lhe perguntado se iria trabalhar a madrugada toda, mas o marido não respondeu e, deste então, está desaparecido.

À polícia, a esposa disse que o motorista não tem inimigos, e também não usa drogas. Ela afirmou também que teria entrado em contato com a Uber para saber qual teria sido o último cliente do marido, no entanto, não teve resposta da empresa. A DEH ainda não tem mais informações sobre o caso, ainda em fase inicial.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions