A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/09/2015 09:25

Irmãos presos com cocaína tinham vida de luxo e regada a festas

Luana Rodrigues e Filipe Prado
Itamar dos Santo Pereira de 31 anos e Edmilson Santos Pereira de 28, foram presos em flagrante (Foto: Pedro Peralta)Itamar dos Santo Pereira de 31 anos e Edmilson Santos Pereira de 28, foram presos em flagrante (Foto: Pedro Peralta)
Delegado da Denar, João Paulo Satori. (Foto: Pedro Peralta)Delegado da Denar, João Paulo Satori. (Foto: Pedro Peralta)

Vida de luxo, regada a festas e exageros, chamou atenção e levou a polícia a dois irmãos, considerados os principais traficantes da região Oeste de Campo Grande. Itamar dos Santo Pereira, 31 anos, e Edmilson Santos Pereira, 28, foram presos em flagrante pela Denar(Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico). A prisão ocorreu ontem (1), no Jardim Itamaracá. Houve perseguição e troca de tiros, mas os policiais apreenderam mais de 30 quilos de cocaína, droga avaliada em R$ 260 mil, além de três carros, que somam R$ 150 mil.

Conforme o delegado da Denar, João Paulo Satori, responsável pelo caso, há cerca de cinco meses a Polícia Civil vem investigando a dupla. Na segunda-feira, os investigadores descobriram que seriam feitas entregas de cocaina em vários pontos de vendas de drogas da cidade. A polícia acompanhou a ação e em um dos pontos prendeu Itamar com 2 quilos de cocaína.

 

 

 

 

Em seguida, os policiais foram para outro ponto, no Itamaracá, onde Edmilson estaria entregando 12 quilos de cocaina para uma dupla de Três lagoas. Na abordagem houve resistência, os bandidos tentaram fugir e trocaram tiros com a polícia. Edmilson foi preso e a droga apreendida, mas a dupla conseguiu fugir e agora está sendo procurada.

Ainda segundo Sartori, na casa de Itamar, os policiais apreenderam cerca de 18 quilos de cocaína, além de dinheiro, ferramentas e objetos utilizados para preparar a droga, e três carros, um Audi A4, um New Beetle e um Palio, que avaliados juntos somam mais de R$ 150 mil.

Os dois irmãos permanecem presos e vão responder por tráfico de drogas. Eles já tinham passagem pela polícia por ameaça, lesão corporal, posse ilegal de arma e estelionato.

Carros apreendidos pela polícia avaliados juntos somam mais de R$ 150 mil. (Foto: Pedro Peralta)Carros apreendidos pela polícia avaliados juntos somam mais de R$ 150 mil. (Foto: Pedro Peralta)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions