ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  14    CAMPO GRANDE 28º

Capital

Jovem envolvido em acidente fatal fica preso e terá de mostrar exame de sangue

O juiz Albino Coimbra Neto decidiu manter estudante preso para a "garantia da ordem pública"

Por Anahi Zurutuza | 13/07/2020 18:43
Foto de Ricardo com o filho de 8 anos foi anexada em processo sobre a prisão em flagrante. (Foto: Reprodução do sistema on-line de consulta processual)
Foto de Ricardo com o filho de 8 anos foi anexada em processo sobre a prisão em flagrante. (Foto: Reprodução do sistema on-line de consulta processual)

O jovem Ricardo França Junior, de 24 anos, ficará preso por tempo indeterminado e terá 48 horas para apresentar à Justiça exame de sangue coletado na Santa Casa de Campo Grande ou teste de alcoolemia. A decisão é do juiz Albino Coimbra Neto, que presidiu a audiência de custódia do estudante de Educação Física por videoconferência.

Ricardo conduzia o Pegeout 207 que capotou na noite de sábado, no Bairro Cabreúva. A namorada dele, Bárbara Wsttany Amorim Moreira, 21 anos, era passageira, foi arremessada para fora do carro e morreu no local do acidente.

Segundo a polícia, Ricardo cometeu uma série de irregularidades. Além de estar dirigindo sob efeito de álcool e em alta velocidade, desrespeitou a sinalização de "Pare". Por isso, ele foi preso em flagrante e responderá por homicídio com dolo eventual (quando assume-se o risco de matar).

Ele estava internado sob escolta até a manhã de hoje, quando teve alta. No início da tarde, o MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) deu parecer pela prisão preventiva. Para a promotora de plantão Grázia Strobel da Silva Gaifatto, além das infrações de trânsito cometidas por Ricardo, o fato dele estar fora de casa depois do horário do toque de recolher “indica a notória gravidade do comportamento do representado, e o seu descompromisso para com às normas de convívio social”.

Para o juiz, manter Ricardo preso é “imprescindível no caso ora em análise para garantia da ordem pública e aplicação da lei penal”.

Albino Coimbra determinou que a Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário) seja oficiada para incluir o jovem no sistema prisional.

Cenário do acidente, ocorrido no sábado à noite. (Foto: Direto das Ruas)
Cenário do acidente, ocorrido no sábado à noite. (Foto: Direto das Ruas)

Capotagem - O acidente foi no sábado à noite, por volta das 20h15 – desde o dia 8, está em vigor o toque de recolher das 20h às 5h. Na Rua 11 de Outubro, o veículo passou por uma elevação, fez um movimento lateral, em alta velocidade, bateu no muro de uma casa e capotou. A jovem, possivelmente sem cinto de segurança, voou do carro e morreu no local do acidente.

As equipes de socorro constaram que Ricardo havia ingerido bebida alcoólica. No carro, foram achadas 4 garrafas de 600 ml de cerveja. Para fora, havia mais uma da mesma marca.

O auto de prisão em flagrante informa, ainda, que ele desrespeitou o sinal de “Pare”, no cruzamento com a Rua Santos Dumont.