ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, SEXTA  23    CAMPO GRANDE 24º

Capital

Justiça decreta prisão preventiva de casal por assassinato a tiros

Raphal e Delainy se contradisseram nos depoimentos e versões diferentes chamaram atenção da investigação

Ana Paula Chuva | 09/09/2022 14:23
Delainy e Raphael foram presos em flagrante por homicídio (Foto: Redes Sociais)
Delainy e Raphael foram presos em flagrante por homicídio (Foto: Redes Sociais)

O casal, preso em flagrante pela morte de Christian Leonir da Silva Santos, 38 anos, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. Delainy Pereira Tavares, 26 e o marido, Rapahel dos Santos Motta, 29, tem versões diferente sobre o crime que aconteceu na madrugada da quinta-feira (7), no Jardim Centenário, em Campo Grande.

Ao Campo Grande News, o advogado de Raphael, Carlos Olimpio, disse que a prisão preventiva do casal foi decretada pelo juiz  Alexandre Antunes da Silva e agora a defesa vai esperar o auto de prisão em flagrante ser distribuído para pedir a revogação.

“Se for negado a gente entra com o pedido de Habeas Corpus no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. A única coisa que ele sabe é que a vítima apareceu na casa da Delainy do nada. Mas o fato segue em investigação”, disse Carlos.

Christian morreu com vários tiros nas costas e cabeça (Foto: Direto das Ruas)
Christian morreu com vários tiros nas costas e cabeça (Foto: Direto das Ruas)

Homicídio – Conforme apurado pelo Campo Grande News, Raphael teria dito que Delainy e Christian arquitetaram um plano para matá-lo, no entanto a vítima foi desarmado e morreu após ser atingido por vários disparos nas costas e cabeça. O casal foi preso em flagrante. Testemunhas disseram à polícia a mesma versão contada pelo autor.

Já a mulher afirmou em depoimento que o marido era quem estava armado esperando Christian chegar. A contradição chamou atenção na investigação e resultou na prisão em flagrante também de Delainy.

Raphael estava em condicional e foi solto da prisão na quinta-feira passada. Ainda na cadeia ele ficou sabendo que a esposa estava tendo um caso com Christian e demonstrou desejo de separação, mas continuou no relacionamento quando foi liberado da prisão.

Dias antes dele sair da cadeia, Delainy disse para a mãe de Raphael que muitas pessoas queriam matá-lo e que ele tinha vários inimigos, mas de acordo com a mãe do rapaz, ele não tinha inimigos. Horas antes do crime  a mulher ainda ligou várias vezes para o marido, insistindo que ele fosse para casa.

Nos siga no Google Notícias