A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

09/02/2018 11:55

Ladrões são flagrados furtando loja; já são 341 casos registrados só este mês

Toda a ação dos bandidos foi filmada por câmeras de segurança. Os ladrões levaram cerca de 700 peças, entre roupas e acessórios

Viviane Oliveira e Liniker Ribeiro
Imagens de câmeras de segurança mostram momento em que bandidos estouram cadeado para entrar no comércio (Foto: reprodução/Facebook)Imagens de câmeras de segurança mostram momento em que bandidos estouram cadeado para entrar no comércio (Foto: reprodução/Facebook)

A comerciante Vanilda Saldanha da Silva, 44 anos, teve a loja de roupas invadida por quatro homens, na madrugada de quinta-feira (8), na Avenida São Nicolau, na Vila Santa Luzia, em Campo Grande. Toda a ação dos bandidos foi filmada por câmeras de segurança. Os ladrões levaram cerca de 700 peças, entre roupas, bonés, óculos e relógios.

Nos primeiros nove dias deste mês, já foram contabilizados 341 furtos a comércios e casas, ou seja, a cada duas horas três crimes dessa natureza são registrados na cidade, segundo dados da Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública). O mês de janeiro fechou com 1.437 casos, 7% a mais que o registrado no mesmo período do ano passado, quando foram 1337. 

Segundo Vanilda, os ladrões invadiram o estabelecimento por volta de 1h. As imagens mostram três homens forçando a porta para entrar, enquanto um dos comparsas que não aparece no vídeo fazia a segurança do grupo. “Eles fizeram um limpa na loja, principalmente no setor de roupas masculinas”, lamenta a comerciante que amarga prejuízo em torno de R$ 10 mil.

Poucas peças sobraram na loja. Comerciante marga prejuízo de R$ 10 mil  (Foto: André Bittar) Poucas peças sobraram na loja. Comerciante marga prejuízo de R$ 10 mil (Foto: André Bittar)
Cadeado que foi quebrado pelos criminosos (Foto: André Bittar) Cadeado que foi quebrado pelos criminosos (Foto: André Bittar)

Além de furtar as peças, os ladrões quebraram cadeados, correntes, danificaram uma das câmeras de segurança e um sensor. Vanilda só ficou sabendo que a loja havia sido furtada no outro dia, quando uma cliente passou em frente para trabalhar e viu a porta danificada.

Vanilda tem o comércio há 3 anos no bairro e diz que nunca tinha passado por situação semelhante. A região é considerada tranquila. “É muito triste passar por isso. A loja tem um preço único de R$ 15 e para ter lucro leva algum tempo”, lamenta. Ela registrou o caso na 2ª Delegacia de Polícia Civil, mas não tem esperança de recuperar as mercadorias.

“Quero que eles sejam identificados e presos. Nunca vi esses rapazes aqui na redondeza”. Com receio de novos prejuízos, a comerciante garante que reforçar a porta da loja e investir mais em segurança particular. Assista ao vídeo abaixo. 

Furto de 7,3 mil metros de fiação deixa ruas sem iluminação na Capital
O furto de 7.300 metros de fiação subterrânea deixou ruas de Campo Grande sem iluminação e gerou um prejuízo de R$ 20 mil aos cofres públicos. Foram ...
Ladrão passa mal durante furto em supermercado e morre no hospital
Aos 22 anos, Pablo César Molina Pinto morreu após passar mal durante tentativa de furto, por volta das 18h30 de ontem (27), na Rua Toshinobo Katayama...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions