A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

17/10/2011 19:41

Mãe e filha são assaltadas em frente de casa no bairro Taveirópolis na Capital

Ana Paula Carvalho e Paula Maciulevicius
Aline pediu para que o rosto não fosse fotografado (Foto: Pedro Peralta)Aline pediu para que o rosto não fosse fotografado (Foto: Pedro Peralta)

Aline de Oliveira Fagundes, de 22 anos, e a mãe dela, Marleide Nunes de Oliveira, 39 anos, estavam sentadas em frente à casa onde moram na rua da Pátria, no bairro Taveirópolis, em Campo Grande, quando, por volta das 15h15 de hoje (17), foram assaltadas.

Elas estavam tomando tereré e conversando. A jovem mexia em um notebook, quando um homem, armado com um revolver se aproximou e anunciou o assalto. A vítima conta que estava de costas e não viu quando ele chegou. “Minha mãe disse ‘filha’ e quando olhei, ele já estava com a arma apontada para a minha cabeça”, relata.

O ladrão pediu apenas o notebook, mas muito nervosa, Aline não conseguiu entregar e começou a gritar e chorar. “Ele falou: ‘eu só quero o notebook, não vou fazer nada com você’. Eu continuei gritando, ele tomou o computador com fio e tudo e saiu correndo”, diz. O notebook estava carregando em uma tomada da varanda.

Ele ficou o tempo todo com um capacete rosa e fugiu em uma motocicleta. A suspeita é de que um segundo homem esperava por ele. Quando fugiram, um motorista que estava saindo de um supermercado em frente à casa, perseguiu o assaltante e viu quando ele entrou em uma casa na rua de baixo.

Quando a Polícia chegou não o encontrou, mas todos os moradores da residência tinham passagens por terem cometido crimes.

A família mora a apenas três meses na casa, antes elas moravam no bairro Coophavila. A mãe afirma que se soubesse que o bairro era perigoso não teria mudado para lá. “Nunca imaginei que isso pudesse acontecer, ainda mais durante o dia”, diz.

Além das duas, minutos antes do assalto, uma adolescente de 12 anos também estava na calçada, mas entrou em casa para pegar uma laranja. A rua é bastante movimentada e mesmo assim não inibiu o assaltante.

Comerciantes da região que não quiseram se identificar relataram que o bairro é perigoso, mas que nunca tinha acontecido durante o dia. Eles estão amedrontados e temem que os estabelecimentos também sejam assaltados. Na semana passada outro morador teve a motocicleta roubada, mas o assalto aconteceu por volta das 22h.

Outro morador contou ao Campo Grande News que minutos antes a dupla passou em frente à casa dele observando a motocicleta que estava na calçada. Ele ficou com medo e guardou. Quando chegou ao supermercado que pertence a irmã ficou sabendo do crime.

Medo - “Agora vou ter que trancar tudo, não vou mais sentar aqui na frente nem com celular”, diz a jovem que nunca havia sido assaltada. A casa onde mora com a mãe e a irmã tem muros altos e é bem fechada.



E ainda querem aumentar o nº de vereadores, tem é que aumentar o nº de policia e viaturas.
 
Ivan Oliveira em 18/10/2011 12:46:47
Se não houver uma mudança imediata e radical no Codigo Penal, não sabemos onde vai parar a desordem em nosso País, sem nenhum exagero estamos em uma época muito pior que a época de Lampião e seu bando no Nordeste. Senhores congrecistas, foi para defender a sociedade que voces foram eleitos, façam alguma coisa ou renunciem coletivamente e deixem que os militares tomem conta de novo.
 
porfirio vilela em 17/10/2011 11:21:14
Venho repetindo, senhores responsáveis pelo transito, principalmente a Policia Militar, realizem mais blitz e abordagens pessoal, revistem, abordem, os bandidos estão circulando em motos e carros, é só realizar mais abordagens, não importa se tem "cara" ou não de bandido, é certeza que cidadãos de bem não vão se importar de passar por uma revista, é para a nossa segurança.
 
Silva Souza em 17/10/2011 09:44:18
Dói saber que moramos em um país de políticos corruptos e inescrupulosos, que recebem muito dinheiro e não olham para a população, pois estes políticos moram em locais fechados e seguro.
Cadê o retorno do dinheiro pago em impostos, que em toda véspera de eleição é prometida melhorias para a segurança, saúde e educação??
Miseráveis políticos!!! Miseráveis bandidos!!!
 
Wellington Sampaio em 17/10/2011 08:23:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions