A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Setembro de 2019

17/10/2014 07:41

Mãe não entende morte de filho por amigo de infância por causa de moai

Aliny Mary Dias e Francisco Júnior
Mãe está abalada com morte de único filho homem (Foto: Simão Nogueira)Mãe está abalada com morte de único filho homem (Foto: Simão Nogueira)

A morte do jovem de 26 anos, Eric Ricardo Amâncio de Lima, ocorrida na madrugada desta sexta-feira (17), causou comoção na Vila Nasser. A suspeita da polícia é que o responsável pelos tiros que matou o jovem seja Anderson Rodnei Padilha da Silva, 26 anos e amigo de infância de Eric.

Toda a discussão entre os amigos foi gerada por uma dívida que Anderson tinha com Eric, organizador de um moai, sistema informal de poupar dinheiro geralmente feito entre amigos. A mãe de Eric, Elizabeth Amâncio, 60 anos, afirma que o valor era de R$ 800.

Chocada com a morte do único filho homem, Elizabeth ainda procura explicações para a morte do jovem. “Eles eram amigos de infância”, diz. A mãe e as três filhas estavam na casa quando Anderson chegou em um carro e atirou contra Eric, o jovem morreu no local após ser atingido por três dos seis tiros disparados.

Assustada com a situação, a vizinhança prefere o silêncio, mas todos se dizem abalados com o crime. Eric trabalhava como mecânico e já serviu o Exército, ele era considerado pelos vizinhos como um “rapaz de bem”.

O caso foi registrado como homicídio doloso na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro da Capital e até o momento ninguém foi preso pelo crime.

Vizinhos de rua onde crime aconteceu estão abalados com morte (Foto: Simão Nogueira)Vizinhos de rua onde crime aconteceu estão abalados com morte (Foto: Simão Nogueira)
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions