A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/06/2011 18:03

Marielly é sepultada em Alto Taquari no MT; prefeito decreta ponto facultativo

Ana Paula Carvalho
Caixão de Marielly ficou o tempo todo lacrado. (Foto: Samara Follman)Caixão de Marielly ficou o tempo todo lacrado. (Foto: Samara Follman)

Por volta das 15h30 desta sexta-feira (17), o corpo da estudante Marielly Barbosa Rodrigues, 19 anos, foi sepultado em Alto Taquari, no Mato Grosso, cidade onde mora o pai da jovem. O velório e o sepultamento foram marcados por muita comoção.

Segundo a TV Alto Taquari, mais de 100 pessoas passaram pela capela mortuária daquela cidade para dar adeus a estudante encontrada morta no último sábado (11), em um canavial próximo a Fazenda Passa Tempo, em Sidrolândia.

Após ser encontrado no canavial, o corpo foi encaminhado ao IMOL (Instituto Médico Legal), onde passou por vários exames, entre eles, o reconhecimento através das impressões digitais. Só houve a liberação para o sepultamento na noite de ontem, o corpo foi encaminhado direto para Alto Taquari.

Marielly chegou à cidade por volta das 08h30, foi velada até as 14h, quando foi levada para a igreja matriz, onde aconteceu uma missa de corpo presente e depois foi sepultada no cemitério municipal. O caixão permaneceu o tempo todo lacrado.

Na escola onde a jovem estudou quando era criança não houve a aula, e o prefeito da cidade decretou ponto facultativo.

Cemitério ficou lotado de pessoas que queriam dar adeus a estudante. (Foto: Samara Follman)Cemitério ficou lotado de pessoas que queriam dar adeus a estudante. (Foto: Samara Follman)
Velório e enterro de Marielly foram de muita comoção.(Foto: Samara Follman)Velório e enterro de Marielly foram de muita comoção.(Foto: Samara Follman)

Desparecimento- Marielly Barbosa Rodrigues, 19 anos, estudante de Ciências Contábeis, saiu de casa, no Jardim Petrópolis, no dia 21 de maio dizendo que iria “resolver umas coisas” e que depois iria à casa de uma amiga e do namorado. Ela não foi mais vista. A família da jovem fez várias manifestações com a esperança de encontrá-la viva.

No último sábado (11), um corpo foi encontrado em um canavial próximo a Fazenda Passa Tempo, em Sidrolândia, município distante 71 quilómetros de Campo Grande. A princípio houve a suspeita de que o corpo pudesse ser ou de Marielly, ou de Luana Rita Stamborovski, 17 anos, que estava desaparecida desde o dia 20 de março, em Maracaju. Mas a segunda opção foi descartada, quando a adolescente fez contato com a família.

Na quarta-feira (15), foi confirmado que o corpo era mesmo da estudante. No mesmo dia a família viajou para Alto Taquari. Na próxima terça-feira (21), será apresentado o laudo do exame necroscópico com a causa da morte.

Um exame de sangue feito pela jovem no dia 28 de fevereiro e entregue a polícia pela mãe dela, confirma que ela estava grávida. Porém, não havia feto no corpo quando foi encontrado no canavial.

Agora a Polícia trabalha na investigação para descobrir quem é o possível autor.



Sera que a pessoa que fez isso não tem remorço quando pensa no ato que cometeu, nada justifica esse acontecimento, que Deus ilumine o caminho dela ao seu lado e de a paz que ela prescisa e acalme o coração de todas as pessoas que a conhecia...
 
Erica Cardoso em 18/06/2011 09:10:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions