A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/05/2015 10:35

Máxima teve tentativa de fuga e rebelião sem mortes, mas quatro feridos

Edivaldo Bitencourt
Bombeiros chegam para socorrer preso dentro da Máxima (Foto: Marcos Ermínio)Bombeiros chegam para socorrer preso dentro da Máxima (Foto: Marcos Ermínio)

Os agentes penitenciários e o Batalhão de Choque da Polícia Militar controlaram a situação no Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande. Houve tentativa de fuga e rebelião, mas sem mortes. Segundo as informações oficiais, só quatro presos ficaram feridos na manhã de hoje no estabelecimento prisional.

Inicialmente, o Sindicato dos Agentes Penitenciários e o Batalhão de Choque chegaram a divulgar que dois presos morreram e quatro ficaram feridos. No entanto, nenhum preso morreu no tumulto ocorrido na manhã de hoje.

Segundo a entidade, quatro presos foram feridos a tiros – um no abdome, um no pulso, um na perna e outro de raspão na cabeça. Os quatro foram socorridos e encaminhados pelo Corpo de Bombeiros para as unidades de saúde.

O preso atingido de raspão na cabeça chegou a ser considerado morto, mas ele não teve ferimentos graves.

Conforme o sindicato, os presos estavam tomando banho de sol, quando um saiu correndo e invadiu a área de tiro (que fica próxima da muralha). Ele não acatou a ordem para voltar dada por um policial e acabou sendo baleado.

Os agentes foram socorrer o preso, quando outros internos deram início a um princípio de rebelião. Como os presos não obedeciam a ordem dos agentes nem dos policiais, novos disparos foram feitos, quando feriram mais três.

Neste momento, segundo o a entidade sindical, a situação está sob controle na Máxima.



Em 2008 eu era 1 dos agentes que tirava serviço na maxima, graças a meu esforço passei em concurso melhor. Nao desejo esse ambiente pra ninguem de bem, ambiente muito pesado, uma bomba relogio, todas as piores doenças de saude estao ali dentro.
 
abdalla em 08/05/2015 10:54:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions