ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 14º

Capital

Moradores queriam praça, mas Monte Castelo vai ganhar condomínio popular

Prefeitura prevê a construção de 128 apartamentos de 39 e 42 m², com valor estimado em R$ 160 mil

Por Viviane Oliveira e Geniffer Valeriano | 24/01/2024 10:56
Espaço onde o condomínio popular com 128 apartamentos será construído (Foto: Juliano Almeida)
Espaço onde o condomínio popular com 128 apartamentos será construído (Foto: Juliano Almeida)

O anúncio oficial da construção de um condomínio popular com 128 apartamentos, no Bairro Monte Castelo, foi a pá de cal no sonho dos moradores vizinhos do entorno. Até o ano passado, eles alimentavam esperança que ali seria o local de uma praça pública. Frustrados, chegaram a fazer abaixo-assinado contra o novo empreendimento.

Na sexta-feira (19), por meio da Emha (Agência Municipal de Habitação e Assuntos Fundiários), a prefeitura iniciou a convocação de empresas interessadas na construção de apartamentos referente ao programa Minha Casa, Minha Vida. O chamamento foi publicado em edição extra do Diogrande (Diário Oficial de Campo Grande).

Pai de duas crianças de 8 e 4 anos, o empresário Vinícius Pires, de 32 anos, se mudou há 2 anos para casa na esquina do terreno onde o condomínio será construído. Ele morava na região sul, em bairro distante do Centro, e se mudou para o local em busca de tranquilidade.

Segundo ele, quando começaram a sair os boatos de que seria feito prédio popular na área, uma moradora passou de porta em porta recolhendo assinaturas contra o empreendimento. “A gente estava lutando para a construção de uma praça”, contou.

Vinicius se mudou para o bairro em busca de tranquilidade (Foto Marcos Maluf) 
Vinicius se mudou para o bairro em busca de tranquilidade (Foto Marcos Maluf)

Vinícius disse que pouco mais para cima, na mesma região, uma construtora “grande” comprou lote e vai fazer condomínios de alto padrão. “O metro quadrado de um terreno no bairro custa de R$ 5 mil a R$ 6 mil. Acho que não faz sentido a construção de apartamentos populares aqui”, lamentou.

A prefeitura prevê a construção de 128 apartamentos de 39 e 42 m², com área de serviço, banheiro, cozinha, quarto e sala de estar, localizados no quadrilátero das ruas do Horácio, Cebolinha, da Pipa e Cascão. O custo inicial de cada unidade, no Loteamento Costa Verde, está estimado em R$ 160 mil. A sessão de recebimento e abertura dos envelopes acontece nos dias 21 e 22 de fevereiro na sede da Emha.

Espaço, visto do alto, onde será construído condomínio com 128 apartamento no Bairro Monte Castelo (Foto: divulgação / prefeitura)
Espaço, visto do alto, onde será construído condomínio com 128 apartamento no Bairro Monte Castelo (Foto: divulgação / prefeitura)

Morador há 25 anos no bairro, o aposentado Pedro Paulino, de 74 anos, relembra que a sua casa foi a segunda a ser erguida no entorno e não vê com bons olhos a construção do condomínio popular. Ele disse que fica preocupado porque não sabe como serão os novos vizinhos e, por enquanto, o único problema do bairro é o som alto. “Aqui é tranquilo, o problema são as casas de festas que têm aqui por perto. Tem uma ao lado da minha casa. A gente que é velho gosta de dormir cedo”, destacou.

O casal Pedro Pereira, de 46 anos, e Ana Rita Coelho, de 37 anos, tem um filho de 5 anos e outro de 15. Eles moram na região há 5 anos e queriam uma praça no terreno. “A gente sente falta de uma área de lazer para as crianças brincarem”, pontuou Ana Rita. Pedro acha que também será bom a construção do condomínio, mas pela falta de lazer preferia uma praça.

Espaço onde moradores queriam uma praça (Foto: Marcos Maluf)
Espaço onde moradores queriam uma praça (Foto: Marcos Maluf)

Por meio de nota, a Emha informou que "o desenvolvimento desses projetos de construção é uma prerrogativa das empresas participantes do chamamento, sendo imprescindível que tais propostas estejam em total conformidade com as diretrizes estabelecidas pelo Programa Minha Casa, Minha Vida".

Também deverá ser construído o Loteamento Nova Bahia, composto de 160 unidades habitacionais, no quadrilátero da Avenida Nosso Senhor do Bonfim e ruas Guanambi, Marquês de Herval e Caldeiras, no Bairro Novos Estados.

Têm prioridade em sorteios de casas populares famílias residentes em áreas de risco ou insalubres ou que tenham sido desabrigadas, comprovado por documento emitido pela Defesa Civil; famílias com mulheres responsáveis pela unidade familiar, comprovado pelo Cadastro Único; entre outros, e com renda mensal bruta até R$ 2.640.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias