A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/02/2012 09:19

Moradores vivem expectativa para conclusão das Orlas Morena II e Ferroviária

Fernando da Mata

Segundo a prefeitura da Capital, cerca de 25% das obras na Orla Morena II foram feitas; na Ferroviária, o índice passa de 31%

Trecho da futura Orla Morena II, ao lado da rua 14 de Julho (Fotos: Fernando da Mata)Trecho da futura Orla Morena II, ao lado da rua 14 de Julho (Fotos: Fernando da Mata)
Parte da Orla Ferroviária entre as ruas Cândido Mariano e Maracaju (Foto: Fernando da Mata)Parte da Orla Ferroviária entre as ruas Cândido Mariano e Maracaju (Foto: Fernando da Mata)

Locais importantes no projeto de revitalização do Centro de Campo Grande, as Orlas Morena II e Ferroviária estão tomando forma aos poucos. O avanço dos trabalhos de homens e máquinas nas obras dos complexos, que seguem o traçado da antiga linha férrea, deixam os moradores da região na expectativa.

Residente na avenida Noroeste, à margem da futura orla, a costureira Osvalda Garcia de Medeiros, de 56 anos, ressalta que as obras vão valorizar a casa onde mora e torce para tudo ficar bonito.

“Eu queria que terminasse logo, porque tem muita poeira e mato. Mas na hora que ficar pronta, vai fica ótimo. Não vejo a hora de ver o trenzinho passando aqui na frente da minha casa”, destacou a costureira, sobre um dos aspectos da obra.

Para a professora aposentada Sônia Aparecida Santos, 55 anos, os moradores esperavam a melhoria no local há muito tempo. “Antes, era matagal, estava praticamente abandonado”.

Olhando para os homens e máquinas trabalhando, o mecânico Gilberto Jacinto Oliveira, 40 anos, está ansioso para ver o resultado. “A gente olha, mas fica meio indefinido. Única coisa que eu sei é que vai passar trenzinho”.

Com terreno ‘colado’ na linha férrea, a dona de casa Eda Maria Vider, 49 anos, quer melhorias para o local.

“Aqui vai ficar muito bonito. Vai ter lazer para as crianças, futebol, local para andar de bicicleta. Quero até montar uma equipe para vender lanches e sucos na Orla”, explicou dona Eda.

Uma preocupação dos moradores da região é com a segurança, pois eles temem que a Orla vire local para concentração de marginais. Por isso, o pedido de reforço no policiamento é quase que unanimidade. Outra solicitação é a instalação de uma passarela que liga a avenida Noroeste à rua 14 de Julho.

Trilhos da antiga linha férrea permeiam as duas orlas (Foto: Fernando da Mata)Trilhos da antiga linha férrea permeiam as duas orlas (Foto: Fernando da Mata)

Andamento - A Orla Morena II compreende o trecho entre as ruas Plutão e Eça de Queiroz, margeando as avenidas Ernesto Geisel e Euler de Azevedo, além da rua 14 de Julho. Segundo a prefeitura de Campo Grande, quase 25% das obras no local foram executadas.

Além do trem urbano que ligará o futuro Centro de Belas Artes até a antiga Estação Ferroviária, pistas de caminhada e ciclovia compõem o projeto.

Por falar em Ferroviária, a outra Orla, que carrega esse nome, está 31% concluída, de acordo com a prefeitura. Também seguindo o traçado da antiga linha férrea, complexo ficará entre as avenidas Afonso Pena e Mato Grosso.

Até agora, foram feitas na Orla Ferroviária: limpeza de terreno; instalação do canteiro de obras; execução de 655 m de drenagem, 635 m de rede de água e 780 m de rede de esgoto; 16 ligações domiciliares de esgoto; iluminação pública no trecho entre a Afonso Pena e a rua Maracaju; execução de calçada em petit pavet e rede de irrigação no trecho entre a Afonso Pena e a rua Candido Mariano.

Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


isso nao e nada em vista em que vivemos aqui no jd aero rancho.tenha calma e assim que nosso querido prefeito nelson trad filho tiver um pouquinho de dinheiro sobrando,ele ira com certeza solucionar o poblema de vcs.srs orla morena
 
ademilso barbosa em 26/02/2012 09:52:31
Bem lembrado a exemplo do perigo em que a Orla Morena na avenida Noroeste tem se tornado com assaltos e tentativas, deve se ter um plano eficiente de segurança para esses novos locais, isso sem falar no vandalismo que já deixou suas marcas por falta de vigilância no local.
 
Oswaldo Junior em 26/02/2012 09:22:00
devem ser incluídos, nestes calçadões, um plano de segutança, especifico para inibir a ação de desocupados perigosos e ladrões, tipo a guarda da orla, porque se não pode virar no futuro um antigo calçadão da barão do rio branco, a cracolândia da cidade,onde ficavam em pleno dia e nas noites os usuários de drogas.
 
antonio costa em 25/02/2012 12:05:47
Espero que pela sua localização e caracteristicas do terreno, esta obra não se transforme em uma reedição do antigo calçadão da barão, onde imperava as drogas e o crime e que tornava impossivel se transitar tranquilo a qualquer hora do dia.
 
Axel fole em 25/02/2012 11:44:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions