A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

30/04/2019 16:33

Motorista de app e mais 2 são presos por esquema de entrega de cocaína

Polícia desmantelou esquema de abastecimento de droga na região sul de Campo Grande.

Gabriel Neris e Geisy Garnes
Motorista de aplicativo foi preso distribuindo drogas na Capital (Foto: Divulgação)Motorista de aplicativo foi preso distribuindo drogas na Capital (Foto: Divulgação)

A Polícia Civil desmantelou um esquema de abastecimento e distribuição de pasta base e cocaína pura em Campo Grande, nesta segunda-feira (29). Três suspeitos foram presos na região sul da cidade. Um deles trabalhava como motorista de aplicativo e alegou ter sido contratado para o serviço durante uma corrida.

A Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) recebeu informações de que uma residência no Portal Caiobá funcionava como depósito de drogas e teria recebido carregamento durante a noite. Desta casa a droga sairia para outros locais da cidade.

Policiais montaram campana em frente ao endereço e perceberam o momento em que Anderson Alves Spadini, de 32 anos, chegou à frente da casa dirigindo um Ford Courier. Outro homem apareceu com uma sacola na mão, colocou dentro do carro, e o motorista partiu. A equipe seguiu atrás da Courier.

No caminho, os policiais verificaram que o suspeito parou em uma casa do Jardim Los Angeles, desceu com a sacola e ficou cerca de 30 minutos no local. Após deixar a residência foi abordado pelos policiais.

Dentro do veículo foram encontradas duas sacolas de mercado, cada uma com quatro tabletes de pasta base. Ele disse que não mora na casa onde parou e indicou outro endereço, onde só foram encontradas poucas porções de drogas. Os policiais então voltaram à casa do Los Angeles e lá encontraram mais dez tabletes de pasta base.

Dupla estava em residência onde foram encontradas mais drogas (Foto: Divulgação)Dupla estava em residência onde foram encontradas mais drogas (Foto: Divulgação)

Com o flagrante, o motorista contou que alugava a casa do Los Angeles e foi contratado apenas para entregar a droga. Ele detalhou que recebia ligações indicando os endereços onde deveria buscar e levar os tabletes. Quando foi abordado estava no meio de duas entregas.

Questionado sobre com quem conversava ao telefone, Anderson disse que era o chefe do esquema, porém que não conhecia, não sabia nem mesmo o nome, e que apenas recebia instruções de onde deveria distribuir a droga. Ele contou aos policiais que trabalha como motorista de aplicativo e durante uma corrida recebeu do passageiro a oferta de trabalhar como distribuidor da droga. Cada distribuição lhe rendiam R$ 3,5 mil e que esta já era a terceira entrega feita.

Diante das informações a polícia retornou a casa do Portal Caiobá e abordou Janiel Bandeira Viana, de 33 anos, e Paulo Henrique Garcia da Silva, de 36 anos. Foram encontrados na casa 6 tabletes de drogas, sendo 3 de cocaína pura. A metade estava em dos quartos da casa e a outra metade na garagem da residência. Ainda assim, os dois disseram que não sabiam da existência da droga e que ela seria de uma terceira pessoa que mora no local.

De acordo com o delegado Gustavo Ferraris, a suspeita é de que eles alugavam a casa como depósito. Janiel e Paulo são de Corumbá dando indícios de que a droga tenha vindo da Bolívia. Segundo o delegado, o total de tabletes representa 82 mil papelotes da droga que seriam distribuídos na Capital.

Agora, a investigação é em torno da identificação do chefe que coordenada o esquema por telefone. O delegado não exclui a possibilidade das ordens partirem de dentro do presídio. Os três suspeitos tiveram a prisão preventiva decretada e foram transferidos para o Presídio de Trânsito.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions