A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

02/11/2017 11:37

MPE flagra cerca de 50 crianças trabalhando em cemitérios da Capital

Ação começou na segunda-feira (30) e até a manhã de hoje seis foram abordados no cemitério Cruzeiro

Guilherme Henri e Bruna Kaspary
Crianças e Adolescente pulando muro de cemitério para fugir de fiscalização (Foto: Marcos Ermínio)Crianças e Adolescente pulando muro de cemitério para fugir de fiscalização (Foto: Marcos Ermínio)

O MTE-MS (Ministério do Trabalho e Emprego) de Mato Grosso do Sul flagrou pelo menos 50 crianças e adolescentes em situação de trabalho infantil até a manhã desta quinta-feira (2) em cemitérios da Capital.

A operação teve início na segunda-feira (30) e conforme o órgão é comum em todo país crianças e adolescentes irem aos cemitérios nos dias mais movimentados e oferecem aos visitantes o serviço de limpeza das lápides e túmulos e ainda comercializam produtos como flores e velas no Dia de Finados.

O balanço parcial foi divulgado pela coordenadora das ações no feriado de finados, Rute Lima Pinheiro. Segundo ela, somente pela manhã de hoje (2) seis crianças foram flagradas oferecendo limpeza nos túmulos do cemitério Cruzeiro.

“A maioria das crianças abordadas tem mentido nome, idade e também não revelam onde moram o que tem prejudicado nosso trabalho. Como não podemos retirá-los dos cemitérios, eles andam até despistarem os fiscais e ainda fogem pulando muros. O que parece que eles estão sendo orientados por alguém”, explica a coordenadora.

Ainda conforme ela, o problema é que as crianças e adolescentes que fogem acabam voltando novamente aos cemitérios. “Para combater essa pratica temos focado em ações de orientações aos visitantes para que não ‘contratem’ crianças e adolescentes para fazer limpeza dos túmulos de seus entes”, detalha.

Operação - A ação é realizada em conjunto com os conselhos tutelares e Prefeitura de Campo Grande, por meio das secretarias municipais de Assistência Social, de Segurança e Defesa Social e de Meio Ambiente e Gestão Urbana.

Só em 2016, a SRT-MS encontrou 49 crianças e adolescentes trabalhando na limpeza de túmulos nos cemitérios da capital sul-mato-grossense.

O trabalho em cemitérios é proibido para o menor de 18 anos, pois está no rol das piores formas de trabalho infantil (Lista TIP). O decreto presidencial que trata da proibição das piores formas de trabalho infantil e ação imediata para sua eliminação traz a informação de que o trabalho infantil em cemitérios expõe as crianças e adolescente a esforços físicos intensos, calor, riscos biológicos (bactérias, fungos, ratos e outros animais, inclusive peçonhentos), risco de acidentes e estresse psíquico.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions