ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  25    CAMPO GRANDE 27º

Capital

"Não nos culpe": o apelo da equipe do HR, que já viu 990 morrerem por covid

Vídeo é direcionada a quem desrespeita as medidas de isolamento

Por Adriano Fernandes | 19/03/2021 19:21


Unidade de saúde referência no tratamento da covid-19 no Estado, o Hospital Regional opera no limite. Nesta sexta-feira (19) o hospital atingiu a marca trágica de 990 pacientes mortos pela doença, e todos os 120 leitos destinados a pacientes com a doença estão ocupados.

Diante de uma superlotação que não dá sinais de diminuição, vídeo produzido pela unidade de saúde tenta, mais uma vez, alertar a população para o colapso na saúde.

Com direito a trilha tensa, o vídeo que mescla mensagens com imagens de ruas vazias e pacientes entubados em leitos de UTI. O recado é direcionado principalmente a quem desrespeita as medidas de isolamento.

“Se você é contra o isolamento. Tudo bem! Nós entendemos você. Se você não quer se vacinar... Tudo bem! Nós entendemos você. Se você é contra medidas restritivas... Tudo bem! Nós entendemos você. Mas... se faltar leitos...Se faltar o sopro....Se faltar a vida...não nos culpe”, diz a mensagem.

Sem vagas – Dos 184 pacientes internados com covid-19 no hospital, 99 deles, ou seja, a maioria está em leitos de UTI, e 85 pacientes estão em observação na enfermaria. O hospital já atendeu 4.673 casos confirmados da doença desde o início da pandemia.

Campo Grande fechou a sexta-feira (19) com as UTIs de todos os hospitais lotadas e há 234 pacientes aguardando na fila por transferência. Deste total, 124 tem quadro de síndrome respiratória aguda, portanto, suspeita de covid-19; 85 são considerados casos prioritários.

Nas UPAs (Unidade de Pronto Atendimento) e CRS (Centros Regionais de Saúde), há 15 pacientes aguardando transferência.  Entre os que estão com pedido de vaga pendente, 24 estão intubados.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário