ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  31    CAMPO GRANDE 21º

Capital

No feriado em meio à quarentena, quase nada funciona hoje

Lojas estão proibidas de erguer as portas, com exceção dos supermercados

Por Anahi Zurutuza | 09/04/2020 06:10
Camelódromo reabriu hoje, mas está proibido de funcionar na Sexta-Feira Santa (Foto: Marcos Maluf)
Camelódromo reabriu hoje, mas está proibido de funcionar na Sexta-Feira Santa (Foto: Marcos Maluf)

Com o vai e vem das medidas restritivas fica difícil saber o que abre e o que fecha nos próximos dias. Mas, a máxima é, o que já estava fechado, continua sem funcionar e o que havia reaberto, interrompe o atendimento, pelo menos na Sexta-Feira Santa. O comércio, por exemplo, está proibido de abrir as portas, com exceção dos supermercados.

Prefeitura e Governo – As secretarias, agências e fundações estarão fechadas já a partir desta quinta-feira (9), véspera de feriado, porque a Prefeitura de Campo Grande e o Governo de Mato Grosso do Sul decretaram ponto facultativo. Apenas quem trabalha nos serviços essenciais deve respeitar as escalas.

UPAs e CRSs - Unidades de Pronto Atendimento e Centros Regionais de Saúde têm funcionamento normal, 24 horas.

Funtrab e Funsat – Não abrem e retomam o atendimento na segunda-feira (13).

Detran – Também só retoma o atendimento presencial no dia 13.

Tribunal de Justiça – Todo o atendimento está interrompido pelo menos até o dia 30 de abril. Desde 23 de março, os cartórios restringiram o atendimento ao público somente por email, SAJ ou WhatsAPP .  Os telefones dos servidores em plantão judicial podem ser acessados neste link.

Correios – Agências atendem hoje e fecham amanhã.

Bancos – Funcionam nesta quinta-feira nos horários que já estavam praticando e fecham na Sexta-Feira Santa.

Comércio no Centro – De acordo com a CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas) de Campo Grande, mesmo com a retomada parcial do comércio de Campo Grande desde a segunda-feira, na Sexta-feira Santa (10), as lojas terão que ser fechadas totalmente. A medida atende a Lei Complementar nº 81, de janeiro de 2006, do município, que veda a concessão de abertura nos feriados do Ano Novo, Sexta-feira Santa, Dia do Trabalhador, Finados e Natal, sob pena de aplicação de multa por descumprimento.

Shoppings –  Ainda estão fechados, sem data para reabrir.

Mercados – O funcionamento é facultativo.