ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 19º

Capital

No limite do uso de oxigênio, HR suspende entrada de pacientes

O hospital suspendeu o atendimento de pacientes que precisem ser mantidos em ventilação mecânica

Por Adriano Fernandes e Marta Ferreira | 29/03/2021 19:31
Hospital Regional de Mato Grosso do Sul. (Foto: Henrique Kawaminami)
Hospital Regional de Mato Grosso do Sul. (Foto: Henrique Kawaminami)

A superlotação do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul chegou a um nível ainda mais alarmante, nesta segunda-feira (29). A unidade de saúde, que é referência no tratamento da covid-19 no Estado excedeu o limite de pessoas intubadas, e não vai receber novos pacientes que precisem ser mantidos em ventilação mecânica pelas próximas 12h.

“Atingimos 149 pacientes intubados em ventilação mecânica e se recebermos mais poderia causar um acidente, por isso que nas próximas 12h não receberemos nenhum paciente justamente para não colocá-los em risco”, comentou a médica e diretora do Hospital Regional, Rosana Leite de Melo.

Conforme Rosana o máximo de pacientes intubados que a unidade poderia receber é 140. Com a suspensão do recebimento de novos pacientes em estado grave nas próximas horas, o hospital tenta evitar que a rede de oxigênio da unidade, sofra uma sobrecarga ainda maior e comprometa o fornecimento como um todo.

Crítico – A lotação dos leitos críticos do Hospital Regional de Mato Grosso do Sul está com 11% acima da sua capacidade. Todos os leitos de UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) destinados à pacientes com covid-19 estão ocupados.

Desde o início da pandemia a unidade de saúde perdeu 1.073 pacientes para o novo coronavírus. Dos 4.891 casos confirmados da doença no hospital, 595 eram servidores, alguns que trabalhavam na linha de frente do combate à doença, sendo que cinco deles morreram.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário